G1 Mundo

Sete reféns foram mortos por bombardeio israelense, diz Hamas

today2 de março de 2024 6

Fundo
share close

De acordo com o grupo terrorista, mais de 70 reféns teriam sido mortos em ações militares israelenses desde o início do conflito.


Palestinos caminham entre destroços na cidade de Beit Lahia, no norte da Faixa de Gaza — Foto: AFP



Sete pessoas mantidas reféns em Gaza foram mortas devido a um bombardeio israelense no território palestino, disse um porta-voz do Hamas nesta sexta-feira (1º).

Não ficou imediatamente claro quando as mortes ocorreram.

O Hamas fez ao menos 250 reféns e deixou 1.200 mortos no último dia 7 de outubro, quando membros do grupo terrorista invadiram Israel.

De acordo com o Hamas, mais de 70 reféns teriam sido mortos em ações militares israelenses desde então.

No fim de novembro, Israel e Hamas fizeram um acordo para a libertação de mais de 100 reféns, em troca de 240 palestinos mantidos em prisões israelenses. Houve também um acordo para um cessar-fogo de quatro dias.

Atualmente, Estados Unidos, Catar e Egito estão envolvidos em negociações de cessar-fogo entre as duas partes, que entraria em vigor antes do Ramadã, mês sagrado para os muçulmanos. Um eventual acordo também preveria a libertação de reféns, segundo a agência de notícias Reuters.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mulher-que-denunciou-12-homens-por-estupro-em-festa-de-pms-e-descobriu-gravidez-revela-depressao;-video

G1 Santos

Mulher que denunciou 12 homens por estupro em festa de PMs e descobriu gravidez revela depressão; VÍDEO

Segundo a mulher, o estupro ocorreu após ser dopada -- ainda com momentos de consciência -- em uma casa alugada por um grupo de PMs no bairro Balneário Praia do Pernambuco. Ela ainda disse ter recebido uma oferta de R$ 20 mil a R$ 30 mil para que não levasse o caso às autoridades. A PM instaurou uma sindicância para apurar a participação de agentes no crime de julho de […]

today2 de março de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%