G1 Mundo

Sharon Tate: quem foi a atriz casada com diretor morta grávida pela seita de Charles Manson

today13 de julho de 2023 14

share close

A “família Manson” foi um grupo liderado por Charles Manson, nos anos 1960, nos Estados Unidos. Manson exercia uma influência manipuladora sobre seus seguidores, a quem ele chamava de “família”. Eles se envolveram em uma série de crimes e assassinatos motivados por uma mistura de ideias distorcidas, como uma suposta “guerra racial” e uma visão apocalíptica do mundo.

A estrela de Hollywood era casada com o diretor e ator Roman Polanski.

Na noite em que foi morta, os integrantes invadiram a residência do casal. O cineasta não estava em casa. Mas os membros da seita encontraram Tate e outros quatro amigos. Todos foram esfaqueados e mortos.



Na época, a atriz estava com 26 anos e grávida de oito meses e meio do primeiro filho, Paul Richard Polanski. O parto estava programado para duas semanas depois.

Conheça Charles Manson, um dos mais macabros assassinos do século XX

Conheça Charles Manson, um dos mais macabros assassinos do século XX

Nascida em 1943 no Texas (EUA), Sharon Tate chamava atenção por sua beleza e seu talento desde os tempos de escola. No ensino médio, Tate protagonizou a peça “Romeu e Julieta” em uma produção escolar. Além disso, nesse período, foi líder de torcida, estrela do time de basquete e eleita a rainha do baile.

Tate se destacou nos cinemas na década de 1960, atuando em filmes como em “O Vale das Bonecas” (1967), “Arma Secreta contra Matt Helm” (1968) e “O Olho do Diabo” (1966).

Sharon Tate em “O Olho do Diabo” — Foto: Divulgação

Por seu trabalho em “O Vale das Bonecas” foi indicada ao Globo de Ouro, em 1968. No mesmo ano, Roman Polanski cogitou colocar a atriz para estrelar o longa o “Bebê de Rosemary”.

O último trabalho da atriz foi em “Eram 13… mas Faltava Uma” (1969). A atriz topou o projeto porque queria trabalhar com o ator Orson Welles.

Dois anos após sua morte, Sharon foi homenageada com a criação da “Malibu Barbie”. A boneca foi inspirada na personagem da atriz no filme “Não faça onda” (1967).

No ano de lançamento do filme de Quentin Tarantino, Emmanuelle Seigner, mulher de Roman Polanski, mostrou sua indignação sobre o projeto, por tratar de um episódio trágico na vida de seu marido, sem que ele tenha sido consultado.

À esquerda, a atriz Margot Robbie interpreta Sharon Tate (1943-1969) no filme ‘Once upon a time in Hollywood’, de Quentin Tarantino, previsto para estrear em julho de 2019; à direita, a própria Sharon Tate em cena do filme ‘Não faça onda’ (1967) — Foto: Reprodução/Instagram/margotrobbie e Divulgação




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

A revolta na Itália após juiz decidir que assédio de menos de 10 segundos não conta

Muitos jovens na Itália estão expressando sua indignação nas redes sociais após um juiz inocentar um zelador de escola que apalpou uma adolescente, porque a agressão durou poucos segundos. O caso envolve uma estudante de 17 anos em uma escola secundária de Roma. Ela descreveu subir uma escada para a aula com um amigo, quando sentiu suas calças caírem, uma mão tocando suas nádegas e agarrando sua calcinha. "Amor, você sabe que eu estava brincando", o homem disse a ela […]

today13 de julho de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%