G1 Santos

Sítio arqueológico é descoberto em SP com mais de 4 mil peças raras da colonização portuguesa no século XVII

today20 de julho de 2023 14

Fundo
share close

Área em Cubatão, na Baixada Santista, conta com aproximadamente 777 m². Segundo arqueóloga, acervo histórico vem de família rica de portugueses e é considerado raro.


Sítio arqueológico de aproximadamente 777 m² foi descoberto em Cubatão (SP) — Foto: Divulgação/Preservar Arqueologia e Meio Ambiente



Um sítio arqueológico com mais de 4 mil peças do início da colonização portuguesa no Século XVII foi descoberto em Cubatão (SP). Ao g1, a coordenadora da empresa responsável pela pesquisa, Tatiana Costa Fernandes, revelou nesta quinta-feira (20) que o acervo histórico é considerado raro. “Possibilidade de entendermos mais sobre o início da ocupação do litoral paulista”, explicou.

O Sítio Arqueológico Vale Verde tem aproximadamente 777 m² e foi descoberto pela ‘Preservar Arqueologia e Meio Ambiente’, que fez uma pesquisa em terrenos de mata em Cubatão e Praia Grande onde será construída uma linha de transmissão de energia por meio de torres. O trabalho foi realizado entre junho e julho deste ano.

“É raro localizarmos um sítio arqueológico com um grau de preservação tão grande”, explicou a coordenadora.

Segundo Tatiana, na área onde o sítio foi encontrado existia uma casa que abrigou uma família portuguesa. Esses europeus, de acordo com a arqueóloga e coordenadora da empresa, eram ricos, com base nas louças encontradas no local.

Arqueólogos encontraram acervo com mais de 4 mil peças de portugueses do século XVII — Foto: Divulgação/Preservar Arqueologia e Meio Ambiente

“Provavelmente foi uma das primeiras casas de fazenda [na região]”, explicou Tatiana. “Foi construída com tijolo de adobe e tem uma base de pedra. Existe uma estrutura montada de estrada [ao redor da casa], o que mostra que eles não devem ter ficado no local por um período curto“.

A arqueóloga concluiu que esses portugueses conviveram com indígenas no local. “Encontramos cerâmica com características indígenas, e não negras. Esses trabalhadores provavelmente foram escravizados também. Não foi localizada nenhuma estrutura que se assemelhasse às senzalas”.

Arqueólogos encontraram estrutura de casa de portugueses em área de mata em Cubatão (SP) — Foto: Divulgação/Preservar Arqueologia e Meio Ambiente

Futuro dos itens encontrados

Tatiana explicou que, uma vez encontradas nas escavações, as peças são registradas e levadas para um laboratório, passando por higienização, catalogação e análise. Por fim, elas são destinadas a um museu.

De acordo com a arqueóloga, os itens encontrados no Sítio Arqueológico Vale Verde serão destinados especificamente à Fundação Cultural Cassiano Ricardo, em São José dos Campos (SP).

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘attenzione’,-turistas:-veja-dicas-para-evitar-ser-vitima-de-batedores-de-carteira

G1 Mundo

‘Attenzione’, turistas: veja dicas para evitar ser vítima de batedores de carteira

Nesta semana, as expressões "Attenzione pickpocket!" ou "Attenzione borseggiatrici!", que significam “Atenção, batedores de carteira!” em português, viralizaram na internet. Com mãos “espertas”, os batedores de carteira são criminosos que furtam pertences sem que as vítimas percebam. Turistas desatentos em lugares movimentados são alvos comuns, por isso, o ideal é estar sempre atento, mesmo em países considerados seguros, alertam os especialistas ouvidos pelo g1. Confira abaixo 4 dicas para evitar […]

today20 de julho de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%