G1 Santos

‘Sniper’ suspeito de matar policial da Rota fez vídeo pedindo para Tarcísio ‘parar matança’ antes de se entregar

today31 de julho de 2023 11

share close

A ouvidoria informou estar investigando denúncias de tortura e ameaças de morte que teriam sido feitas por policiais e relatadas por moradores.

Em vídeo gravado antes de ser preso, o suspeito de matar o PM da Rota Patrick Bastos Reis afirma, em relato direcionado ao governador de SP e ao secretário de Segurança Pública, que estão “matando uma ‘pá’ de gente inocente”. Ele diz não ter nada a ver com o caso, mas que vai se entregar. Erickson diz ainda que estão “querendo pegar” sua família.



'Sniper' que matou policial do ROTA pede para Tarcísio 'parar de matar inocentes'

‘Sniper’ que matou policial do ROTA pede para Tarcísio ‘parar de matar inocentes’

O suspeito, também conhecido como ‘Deivinho’, foi capturado na Zona Sul de São Paulo, durante a noite do último domingo (30), segundo divulgado pelo próprio governador. O g1 apurou que a Justiça já decretou a prisão temporária dele.

O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), em busca de um posicionamento sobre as acusações de Erickson, e foi informado que a pasta está apurando o caso.

O crime aconteceu em uma comunidade em Guarujá, no litoral paulista, no último dia 27 de julho. O g1 verificou junto ao delegado titular do Distrito Policial Sede da cidade que o suspeito é Erickson David da Silva. Ele teria atirado em direção ao soldado da Rota de uma distância de mais de 50 metros.

Segundo informações da polícia, Erickson tem 28 anos, é solteiro e era o ‘sniper’ utilizado pelos traficantes. O suspeito possui cabelos castanhos escuros, olhos castanhos escuros e pele parda.

Erickson David da Silva é um dos apontados como responsáveis pelos disparos contra o PM em Guarujá (SP). — Foto: Reprodução

A “Operação Escudo” reforçou o policiamento em Guarujá, com aproximadamente 600 agentes, logo após a morte do soldado da Rota Patrick Bastos Reis. O objetivo era capturar os criminosos responsáveis pela ação contra os policiais.

Além do suspeito de atirar no PM, outras cinco pessoas foram detidas e três homens morreram em confrontos com os agentes durante a operação.

De acordo com a SSP-SP, uma mulher de 27 anos e quatro homens, com idades entre 22 e 33 anos, foram capturados em flagrante na última sexta-feira (28). Eles foram conduzidos à Delegacia do Guarujá, onde o caso foi registrado como homicídio, tentativa de homicídio e associação ao tráfico de drogas.

Droga foi apreendida durante operação nas comunidades de Guarujá (SP) — Foto: Thais Rozo/TV Tribuna

Patrick Bastos Reis foi baleado enquanto fazia um patrulhamento em Guarujá. Ele foi atingido em um local próximo ao tórax por um projétil calibre 9 milímetros. O tiro que o atingiu foi disparado a uma distância entre 50 e 70 metros, do alto de uma comunidade.

Além dele, um outro policial foi baleado na mão esquerda, encaminhado para o Hospital Santo Amaro e liberado.

Operação Escudo acontece em Guarujá (SP) após PM ser morto baleado por criminoso — Foto: Reprodução

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

As substâncias que o corpo transforma em drogas ilegais e que são de difícil detecção

Bem-vindo ao mundo dos pró-fármacos! Os pró-fármacos são substâncias que só conseguem causar efeito depois de serem decompostas por enzimas do sistema digestivo ou por outras reações químicas do corpo. Embora tenham usos farmacológicos legítimos (5% a 7% dos medicamentos aprovados enquadram-se nesta categoria), o seu uso como drogas recreativas é um fenômeno relativamente novo. A maioria das drogas ilícitas funciona por meio de interação com receptores específicos das células cerebrais, estimulando ou bloqueando a liberação de substâncias chamadas neurotransmissores. […]

today30 de julho de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%