G1 Mundo

Sobe para 37 o número de mortos na Índia intoxicados por álcool adulterado

today17 de dezembro de 2022 9

Fundo
share close

De acordo com as famílias das vítimas, vários que morreram ingeriram uma bebida local durante um casamento e outros eventos. Autoridades locais afirmaram que ainda há outros internados.


Foto ilustrativa mostra um copo de licor — Foto: Wilson Aiello/EPTV



Subiu para 37 o número de pessoas que morreram após consumir álcool adulterado no estado indiano de Bihar (nordeste), onde as bebidas alcoólicas são proibidas, anunciaram as autoridades neste sábado (17).

A venda e o consumo de álcool são proibidos em muitas partes da Índia, dando origem a um próspero mercado clandestino com destilarias que levam a centenas de mortes todos os anos.

Depois de ingerir o líquido, muitos reclamaram de dores de estômago e perda da visão. Eles também começaram a vomitar.

Na quinta-feira, mais de 20 pessoas morreram e no sábado cerca de uma dúzia foram hospitalizadas em estado crítico.

“Mais de vinte pessoas perderam a vida nas últimas 48 horas”, afirmou um policial à AFP, acrescentando que 37 pessoas morreram até agora.

A imprensa local relatou pelo menos 71 mortes, mas esse número não pôde ser confirmado.

A polícia prendeu mais de 100 pessoas em conexão com a fabricação e venda ilegal de álcool nos últimos três dias. Os agentes apreenderam ainda 600 litros de aguardente.

Dos quase 5 bilhões de litros de álcool consumidos anualmente no país, cerca de 40% é produzido ilegalmente, segundo a International Wine & Spirits Association of India.

As bebidas alcoólicas clandestinas são muitas vezes adulteradas com metanol, para aumentar o seu nível de álcool. A ingestão desta substância pode causar cegueira, danos ao fígado e morte.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

onu-e-uniao-europeia-criticam-suspensao-de-jornalistas-do-twitter

G1 Mundo

ONU e União Europeia criticam suspensão de jornalistas do Twitter

Vários repórteres de renome que cobrem o dono do Twitter, Elon Musk, tiveram suas contas na plataforma abruptamente suspensas na noite de quinta-feira (15/12). Entre eles, estão repórteres do jornal americano The New York Times, da rede CNN e do Washington Post. A Melissa Fleming, subsecretária-geral das Nações Unidas (ONU) para comunicações globais, disse que ficou "profundamente perturbada" com relatos de que jornalistas estavam sendo suspensos "arbitrariamente" do Twitter. "A […]

today17 de dezembro de 2022 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%