G1 Mundo

Sobe para 56 o número de mortos no Sudão, diz Comitê de saúde regional

today16 de abril de 2023 7

Fundo
share close

56 pessoas morreram e cerca de 595 ficaram feridas após os conflitos no Sudão, segundo o Comitê Central dos Médicos do Sudão que acrescentou que há muitas baixas incontáveis, incluindo militares e pessoal da oposição na região oeste de Darfur e na cidade de Merowe, no norte.

A informação foi veiculada neste domingo (16) e leva em consideração os conflitos causados entre o principal grupo paramilitar do país (RSF) e seu atual governo.

Um dos países mais pobres do mundo, o Sudão, que fica no norte da África, vive uma crise humanitária há décadas e tem uma história intensa de turbulência política e conflito armado. Em 2019, uma guerra teve início após a deposição do ditador Omar al-Bashir.



Depois de um dia de intensos combates, os militares descartaram as negociações com a RSF e, em vez disso, pediram o desmantelamento do que chamaram de “milícia rebelde”.

Forças Armadas e paramilitares brigam pelo poder no Sudão

Forças Armadas e paramilitares brigam pelo poder no Sudão

A luta começou no início do sábado. O som de tiros pesados pôde ser ouvido ao longo do dia nos bairros da capital e próximos a ela, onde os militares e o RSF reuniram dezenas de milhares de soldados desde o golpe.

Um dos pontos críticos foi o Aeroporto Internacional de Cartum. Não houve anúncio formal de que o aeroporto estava fechado, mas as principais companhias aéreas suspenderam seus voos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

lider-da-extrema-direita-francesa,-jean-marie-le-pen-e-hospitalizado

G1 Mundo

Líder da extrema direita francesa, Jean-Marie Le Pen é hospitalizado

O político, de 94 anos, sofreu um "infarto leve" e, segundo seu assessor, está consciente. Jean-Marie Le Pen em foto de 2019 — Foto: Frederick Florin/AFP O ex-presidente do partido de extrema direita francês Frente Nacional Jean-Marie Le Pen foi hospitalizado, neste sábado (15), após sofrer um "infarto leve", informaram pessoas próximas. "Jean-Marie Le Pen foi hospitalizado em um estabelecimento público na região parisiense. Sua família e amigos estão preocupados, […]

today16 de abril de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%