G1 Santos

Sobrinho que matou e amarrou tia com coleira de cachorro é condenado a 30 anos de prisão

today23 de novembro de 2023

Fundo
share close

Segundo apurado pela TV Tribuna, afiliada da Rede Globo, três testemunhas foram ouvidas durante o julgamento. O réu foi ouvido, confessou o crime, disse que estava arrependido e sob efeito de drogas. Pontes foi condenado a 28 anos pelo crime de homicídio e 2 anos pelo roubo da televisão, que vendeu por R$ 850 após matar a tia, para comprar drogas.

Sobrinho é acusado de matar a tia de 81 anos em Santos



Sobrinho é acusado de matar a tia de 81 anos em Santos

O assassinato foi no dia 30 de julho, na casa de Neide, e a Polícia Militar (PM) foi acionada na madrugada do dia 31. A vítima foi encontrada morta em cima da cama, na própria casa dela, na Praça Joaquim Murtinho, no bairro do Embaré.

Apontado como o principal suspeito do crime, Chrystian foi encontrado no bairro Vila Mathias no dia seguinte. Ele confessou o assassinato e foi preso.

O delegado do 3° Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Thiago Nemi Bonametti, informou ao g1 que o acusado disse que a idosa o perseguia e, por isso, ele teria invadido a casa dela para tirar satisfações.

Bonametti ainda informou que o homem disse aos policiais que o “sangue subiu à cabeça” e que ele teria asfixiado a tia com as mãos. Em seguida, teria amarrado uma coleira de cachorro no rosto dela, entre a boca e o pescoço.

Segundo apurado pelo g1, ele também confessou que depois de matar a tia voltou ao imóvel para furtar uma televisão. Ele disse que vendeu o aparelho por R$ 850, comprou entorpecentes e teve relações com uma garota de programa.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘para-onde-olhar,-tem-problema-grave’,-diz-especialista-sobre-caso-de-professora-que-beijou-aluno

G1 Santos

‘Para onde olhar, tem problema grave’, diz especialista sobre caso de professora que beijou aluno

A professora de artes trabalhava na escola municipal Vereador Felipe Avelino Moraes. Segundo apurado pelo g1, ela contou sobre o beijo por mensagem de texto enviada a uma aluna. Ela disse que encontrou o estudante e um amigo na rua. Depois, eles foram ao mercado. "Eles me trouxeram para casa. Aí, aconteceu", contou ela, nas mensagens. Na conversa, a docente ainda afirmou que queria "transar com ele". O caso foi […]

today23 de novembro de 2023

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%