G1 Santos

SPA assina contrato com empresas para gestão da Ferrovia Interna do Porto de Santos

today17 de dezembro de 2022 20

Fundo
share close

As empresas Ferrovia Centro Atlântica (VLI), MRS Logística e Rumo assinaram um contrato para administração da Ferrovia Interna do Porto de Santos (Fips), no litoral de São Paulo, pelos próximos 35 anos. A cerimônia foi realizada, nesta sexta-feira (16), no Ministério da Infraestrutura, em Brasília.

O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários do MInfra, Mário Povia, o diretor presidente da SPA, Fernando Biral, e representantes das empresas e de entidades do setor participaram da cerimônia de assinatura do contrato.

O grupo, formado pelas três principais concessionárias ferroviárias do país, será responsável pela gestão, operação, manutenção e expansão da infraestrutura ferroviária que atende o Porto de Santos e terá de realizar investimentos da ordem de R$ 891 milhões, no prazo máximo de 5 anos, para ampliar a capacidade ferroviária do complexo portuário, que está próxima da saturação.



Assinatura de contrato garante investimentos de R$ 891 milhões na ferrovia interna do Porto de Santos — Foto: Ricardo Botelho/MInfra

Segundo a Santos Port Authority (SPA), responsável pela infraestrutura pública do Porto, a Fips será gerida por uma associação. As empresas realizarão uma gestão cooperativa baseada em autorregulação administrativa e operacional, na qual compartilharão custos e sem finalidade lucrativa. A cessionária realizará, bianualmente, chamamentos públicos, para garantir o ingresso de novos associados.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o complexo portuário de Santos já está com 94% de sua capacidade máxima. Por isso, a expansão da Fips é necessária para dar vazão à movimentação futura de carga.

A SPA projeta que o volume transportado dobre no prazo de cinco a 10 anos. Atualmente, a capacidade ferroviária do complexo portuário é de 50 milhões de toneladas por ano, com 94% de utilização. A capacidade precisa ser elevada até 115 milhões de toneladas por ano para escoar o volume das ferrovias que deságuam no Porto de Santos.

“A chegada ao porto é o ponto de maior vulnerabilidade, por diversas interferências que há na malha para que a ferrovia opere com eficiência e de forma competitiva. A integração do setor ferroviário com o portuário em Santos foi um grande desafio e não seria possível sem o envolvimento da sociedade organizada”, disse Marcelo Sampaio, em nota emitida pelo Ministério da Infraestrutura.

Segundo a SPA, as obras devem começar como ato contínuo à aprovação dos projetos executivos, sendo as principais intervenções:

  • Pátio ferroviário entre o canal 4 e a Ponta da Praia, dotado de 3 vias férreas para atendimento aos terminais de celulose;
  • Viadutos para eliminação de passagem de nível na região do canal 4 – Marinha;
  • Passarelas de pedestres entre o canal 4 e Ponta da Praia;
  • Pêra ferroviária, dois viadutos e passarela de pedestres na região de Outeirinhos;
  • Novo viário da 2ª entrada da margem direita do Porto de Santos, no Saboó.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

jovem-morre-em-sp-horas-apos-‘ato-de-bondade’-no-trabalho-e-comove-colegas:-‘ultimo-ato’

G1 Santos

Jovem morre em SP horas após ‘ato de bondade’ no trabalho e comove colegas: ‘Último ato’

Álvaro, que pilotava uma motocicleta, foi atingido por um caminhão na altura do km 60 da citada rodovia. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), por motivos ainda desconhecidos, o rapaz teria pedido o controle da direção e caído. A morte do jovem foi constatada no local. Segundo chefe e amigo do jovem, Wellington Rodrigues, de 34 anos, a atitude, que agradou os colegas, foi tomada de forma inusitada. “Após o […]

today17 de dezembro de 2022 25

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%