G1 Santos

Suspeito de estar envolvido no desaparecimento de PM é preso no litoral de SP

today15 de abril de 2024 6

Fundo
share close

Um homem identificado como Edivaldo Aragão, de 36 anos, foi preso por ser suspeito de participar do desaparecimento do PM Luca Romano Angerami. O carro do agente foi encontrado abandonado na rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá, no litoral de São Paulo, no domingo (14). Segundo apurado pelo g1, o paradeiro do PM ainda segue desconhecido e as buscas continuam pela região.

Luca foi visto pela última vez em uma adega na comunidade Santo Antônio, em Guarujá, na madrugada de domingo (14), o que deu início às buscas pelas Polícias Civil e Militar. Segundo o boletim de ocorrência, obtido pela reportagem, uma equipe da PM encontrou Edivaldo, por volta de 19h30 de domingo, próximo a um ponto de tráfico de drogas na Rua das Magnólias.

Sentado no canteiro central, o homem foi abordado em atitude suspeita e disse estar fumando maconha. De forma espontânea, ele confessou ter participado do sequestro e suposto homicídio de Luca com outras pessoas, mas o número de envolvidos não foi revelado.



Segundo o relato, no dia do crime, o grupo abordou Luca após ver uma mulher desconhecida gritando. Eles inicialmente não sabiam que se tratava de um policial, mas viram a arma e pegaram a carteira dele. Então, eles entraram no carro da vítima e levaram o agente até São Vicente, onde o teriam executado com a arma dele.

Edivaldo relatou que o grupo amarrou as pernas do policial com uma pedra e jogou o corpo de cima da Ponte do Mar Pequeno. A equipe da PM foi levada ao local, mas como estava muito escuro e a área era extensa, não foi possível fazer buscas naquele momento.

A arma do PM foi levada no momento do crime, assim como o carro, que foi localizado abandonado por policiais militares rodoviários próximo ao km 7 da rodovia em Guarujá.

O suspeito foi autuado em flagrante por sequestro qualificado e roubo majorado na Delegacia de Polícia (DP) Sede de Guarujá. Para realizar o indiciamento, a Polícia Civil avaliou que o crime foi cometido porque se tratava de um policial.

Com a instauração do inquérito, as equipes verificarão se Edivaldo participou de um crime mais grave, como o possível homicídio. Até a última atualização da reportagem, no início da manhã de segunda-feira, não havia mais detalhes sobre o paradeiro do PM.

Luca é morador de Santos, mas trabalha no 3º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) em São Paulo. Os familiares rastrearam o celular da vítima e constataram que a última localização do aparelho foi no Morro São Bento, em Santos, na manhã de domingo.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

pm-desaparece-e-carro-e-encontrado-abandonado-em-rodovia-do-litoral-de-sp

G1 Santos

PM desaparece e carro é encontrado abandonado em rodovia do litoral de SP

Luca Romano Angerami, de 24 anos, foi visto pela última vez em uma adega em Guarujá (SP). O localizador do celular, no entanto, indicou o último ponto em Santos. Equipes das polícias Civil e Militar realizam buscas para encontrá-lo. PM desaparece e carro dele é encontrado abandonado em rodovia de Guarujá (SP) — Foto: Reprodução e Matheus Croce/TV Tribuna O soldado da PM Luca Romano Angerami, de 24 anos, desapareceu […]

today15 de abril de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%