G1 Santos

Suspeito de participar da execução de chefe do setor de identificação da Polícia Civil é preso em SP

today25 de março de 2024 6

Fundo
share close

A Força Tática do 21º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prendeu, em Cubatão (SP), um suspeito de ter participado da morte do policial civil Marcelo Cassola em 2022. Conforme apurado pelo g1, nesta segunda-feira (25), Alexsander dos Santos, de 28 anos, conhecido como ‘Caixa’, é o terceiro preso pelo suposto envolvimento no crime (veja abaixo).

O corpo de Marcelo Cassola foi encontrado com uma corda entre as mãos em uma ciclovia por PMs que faziam patrulhamento pela Avenida Francisco Ferreira Canto, no bairro da Caneleira, em agosto de 2022. Ele levou mais de 30 tiros de fuzil e uma pistola 9mm.

De acordo com o boletim de ocorrência, a prisão de Alexsander ocorreu por volta de 16h de domingo (24). Uma equipe fazia patrulhamento na Rua Acácia dos Santos Pereira, no bairro Jardim Nova República, quando notou o homem em atitude suspeita caminhando em direção à viatura.



No BO consta que, ao notar a aproximação dos policiais, ele teria mudado de direção e acelerado o passo. Alexsander se misturou a outras pessoas que estavam naquela região, mas, mesmo assim, foi abordado pelos agentes.

Aos policiais o suspeito mentiu o nome e disse que estava sem os documentos. Os PMs, no entanto, encontraram a verdadeira identidade do homem no sistema. Contra ele existia um mandado de prisão temporária em aberto expedido pela Vara do Júri de Santos em 19 de setembro de 2022.

Alexsander foi conduzido à Delegacia de Polícia Sede de Cubatão, onde a condição de procurado da Justiça foi confirmada. O Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) foi comunicado e fez o requerimento do pedido de prisão temporária.

Segundo o g1 apurou, o caso foi encaminhado à 3ª Delegacia da Divisão de Homicídios (Deic). Com o homem, foi apreendido um celular.

Marcelo Gonçalves Cassola era diretor do Sindicato dos Policiais Civis da Baixada Santista e chefe do setor de identificação do Palácio da Polícia. Este setor é responsável, entre outras coisas, pelo registro de carteira de identidade e por emitir atestado de antecedentes criminais.

A polícia afirmou que ele foi atingido por ao menos 30 tiros, sendo alguns de fuzil e outros de arma 9 mm. A ocorrência foi acompanhada pela equipe da 3ª Delegacia da Divisão de Homicídios.

Drogas, cadernos, dinheiro e motocicletas foram apreendidos na operação Blue Line — Foto: Deinter-6/Divulgação

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

proposta-que-busca-ampliar-isencao-de-igrejas-gera-atritos-na-bancada-evangelica

Gospel Prime

Proposta que busca ampliar isenção de igrejas gera atritos na Bancada Evangélica

Vista como uma estratégia do governo do petista Lula para tentar agradar lideranças evangélicas, a PEC 5/2023, que visa ampliar a imunidade tributária para templos religiosos, tem gerado controvérsias entre os membros da Frente Parlamentar Evangélica (FPE), também conhecida como Bancada Evangélica. Prevista para ser votada nesta semana pela Câmara, a apreciação do texto pode ser adiada devido às discordâncias internas. A bancada está consultando todas as lideranças nacionais das […]

today25 de março de 2024

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%