G1 Santos

Técnico de enfermagem abandona carreira e usa ‘máquina de chope’ para abastecer clientes no litoral de SP: ‘qualidade de vida’; VÍDEO

today24 de fevereiro de 2023 13

Fundo
share close

Um técnico de enfermagem, de 31 anos, trocou a carreira de nove anos na área da Saúde para vender chope na praia de São Vicente, no litoral de São Paulo. Ao g1, Matheus Lopes Batista Tokoro contou, nesta sexta-feira (24), que a máquina em formato de bomba de combustíveis ‘abastece’ os clientes da região e representa uma mudança na vida dele. “Antes, o estresse era muito alto e, agora, é zero. Apesar dela ter quase 150 kg para puxar na areia, hoje tenho qualidade de vida(veja o vídeo acima).

Tokoro completa, neste mês, um ano na nova carreira, após deixar a Saúde para se tornar autônomo. Atualmente, ele leva o pesado equipamento para a praia quase que diariamente ao lado da esposa, Keila Valeria de Camargo Tokoro, de 33, sócia no empreendimento. O casal, que mora em São Vicente, vive diretamente de ‘abastecer’ os banhistas com a bebida gelada.

“Por conta da saturação que tive nos hospitais, além da pandemia de Covid-19, vendo diversos óbitos, fiquei doente. Tive hipertensão e ganho de peso. O estresse me alcançou. O que eu tinha para ‘aliviar’ era a praia. Lembrei dessa bomba, que é ideia de um amigo meu. Antes, o estresse era muito alto e, agora, é zero. Apesar dela ter quase 150 kg para puxar na areia, hoje tenho qualidade de vida”, desabafou.



Autônomo de São Vicente (SP) ‘abastece’ banhistas com ‘bomba de chope’ e celebra vida nova — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo Tokoro, a ‘bomba de chope’ é ideia de um amigo dele, que projetou e patenteou a máquina há aproximadamente 10 anos. Inicialmente, o modelo era usado pelo próprio inventor para comercializar a bebida na região Nordeste do Brasil. Os negócios, porém, deram mais frutos no litoral paulista, com o ex-técnico de enfermagem se tornando representante da marca e o único a utilizar o equipamento.

Assim, nasceu a “Gelada do Zé”. De acordo com o comerciante, a rotina na praia depende da demanda dos clientes. “Em um dia comum, vendo de 80 a 100 litros. Nos agitados, cheguei a vender 130 litros“. Além do comércio na areia, ele também leva o equipamento ‘abastecer’ clientes em shows realizados no litoral de São Paulo.

Ele contou, ainda, que possui até uma ‘fórmula’ própria para o chope comercializado, embora atualmente compre o líquido de uma marca terceirizada. O equipamento funciona, literalmente, como uma ferramenta para ‘abastecer’ os clientes – sendo que muitos pedem para beber ‘direto’ na boca. Com tamanho sucesso na empreitada, Tokoro não tem planos para voltar à antiga profissão.

“Por conta do salário baixo e da carga horária alta, o profissional [da Saúde] precisa trabalhar em dois ou mais hospitais por dia. Alguns fazem 36 horas sem parar. É algo que acaba com a nossa saúde. Tive realizações na área, mas, sem ser ingrato, digo que jamais voltaria. Estou muito feliz na praia, e o fato de trabalhar pisando na areia e pegando sol me dá paz de espírito“, disse.

Matheus Lopes Batista Tokoro deixou carreira na área da Saúde para vender chope na praia — Foto: Reprodução/Redes Sociais

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-e-preso-ao-confessar-ter-matado-irmao-com-uma-barra-de-ferro-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Homem é preso ao confessar ter matado irmão com uma barra de ferro no litoral de SP

Um homem de 49 anos foi preso após confessar ter matado o irmão, de 44, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, nesta sexta-feira (24), o agressor desferiu vários golpes na vítima com uma barra de ferro após uma discussão, cujo motivo não foi revelado. Sérgio Alonso Sobrinho foi encaminhado ao Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, mas não resistiu aos ferimentos sofridos em várias partes […]

today24 de fevereiro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%