Gospel Prime

Tensões aumentam à medida que mais cristãos são acusados de blasfêmia no Paquistão

today18 de setembro de 2023

Fundo
share close

Um casal cristão na Província do Punjab, no Paquistão, foi acusado de blasfêmia, levantando preocupações sobre o uso indevido da controversa lei religiosa da nação, menos de um mês após ataques de multidões terem mirado mais de 80 casas cristãs e 19 igrejas na mesma província. Shaukat Masih, 33 anos, e sua esposa Kiran, 28 anos, foram presos no sábado em Lahore.

De acordo com The Christian Post, Muhammad Tamoor apresentou uma queixa, alegando ter encontrado páginas do Alcorão espalhadas perto da casa do casal. A polícia registrou o caso sob a Seção 295-B do código penal do Paquistão, que prevê prisão perpétua para os acusados. O casal está sob custódia policial, e a tensão está aumentando na área.

Desse modo, os três filhos do casal, de 13, 9 e 7 anos, agora estão sob os cuidados de outra família cristã.O adolescente de 13 anos tem raquitismo, e o de 9 anos é deficiente mental. Nasir Jameel, advogado da Living Water Society, disse que as crianças estão extremamente angustiadas com a ausência dos pais.

Nesse sentido, o advogado deve entrar com um pedido de liberdade sob fiança para o casal. Jameel afirmou que o casal não estava presente durante o suposto incidente. Um policial da delegacia de polícia de North Cantt foi citado dizendo que a prisão foi feita para evitar protestos violentos por muçulmanos.

Além disso, Nasir Saeed, diretor do CLAAS-UK, expressou sérias preocupações com o uso contínuo da lei de blasfêmia do Paquistão contra os cristãos. Ele chamou esses incidentes de parte de um “genocídio gradual” dos cristãos no Paquistão e enfatizou a necessidade de ação imediata.



Assim, a violência alimentada pela religião não é novidade no Paquistão. No passado, alegações de blasfêmia levaram multidões a matar indivíduos acusados, incluindo um homem do Sri Lanka em 2019 e um grupo que incendiou cerca de 60 casas, resultando em seis mortes no Punjab em 2009.

Por fim, grupos de direitos humanos criticam há muito tempo as leis de blasfêmia do Paquistão, citando seu uso indevido para ganhos pessoais. De acordo com o Centro de Justiça Social, mais de 2.000 pessoas foram acusadas desde 1987, com pelo menos 88 mortas sob tais alegações.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

jovens-turistas-desaparecem-apos-entrarem-no-mar-em-praias-de-guaruja,-sp

G1 Santos

Jovens turistas desaparecem após entrarem no mar em praias de Guarujá, SP

Jovens, de 19 e 20 anos, sumiram em praias diferentes. Equipes do GbMar realizam buscas. Uma das vítimas, de 20 anos, desapareceu na Praia da Enseada, em Guarujá (SP) — Foto: Carlos Nogueira/Arquivo/A Tribuna Jornal Dois turistas desapareceram após entrarem no mar em Guarujá, no litoral de São Paulo, neste domingo (17). De acordo com o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), os jovens sumiram em praias diferentes. As buscas seguem […]

today18 de setembro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%