G1 Mundo

Terremoto na Indonésia deixa 10 feridos e causa estragos em centenas de casas

today1 de julho de 2023 10

Fundo
share close

Tremor de magnitude 6,4 foi registrado na sexta-feira (30), na ilha de Java. Terremotos são comuns no país.


Casa ficou parcialmente destruída após terremoto na Indonésia — Foto: Sandra Widiana/Friendhira Dinda Agmelia/Yanita Putri/Reuters



Dez pessoas ficaram feridas após um terremoto de magnitude 6,4 atingir a Indonésia, na sexta-feira (30), segundo autoridades do país. Uma pessoa também morreu durante o tremor. A suspeita é que ela tenha sofrido um ataque cardíaco.

O terremoto aconteceu na ilha de Java, durante a noite de sexta-feira, no horário local. Centenas de casas ficaram danificadas. Escritórios e instalações usadas para saúde e educação também sofreram estragos, mas em menor proporção.

A Agência Geofísica da Indonésia informou que o terremoto foi registrado a uma profundidade de 25 km, sendo sentido em várias cidades. A ilha de Java é a mais populosa do arquipélago. Nenhum alerta de tsunami preciso ser emitido.

A Indonésia fica no chamado “Círculo de Fogo do Pacífico”, que é uma zona sísmica altamente ativa. A região tem diferentes placas que se encontram, provocando muitos terremotos, além de reunir vários vulcões.

VÍDEOS: mais assistidos do g1

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

por-que-suprema-corte-decidiu-que-designer-pode-recusar-servico-a-casais-gays-nos-eua

G1 Mundo

Por que Suprema Corte decidiu que designer pode recusar serviço a casais gays nos EUA

Lorie Smith, que vive no Estado do Colorado, argumentou que não pode prestar serviços a esses casais por causa de sua fé cristã. Uma lei estadual proíbe que empresas abertas ao público se recusem a prestar serviços por conta da sexualidade dos clientes. Mas a Suprema Corte americana decidiu nesta sexta-feira (30) que profissionais do ramo criativo não podem ser obrigados a fazer trabalhos com mensagens que vão contra suas […]

today1 de julho de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%