G1 Mundo

TikToker é preso por ignorar ordem judicial contra pegadinhas no Reino Unido

today22 de novembro de 2023 1

Fundo
share close

Influencer de 19 anos recebeu ordem judicial após gravar uma pegadinha em que invade casa de família junto com amigos.


O influencer Mizzy, de 19 anos, no vídeo em que invade a casa de uma família — Foto: Reprodução/TikTok



O TikToker Mizzy, do Reino Unido, foi condenado a 18 semanas de detenção em uma instituição para jovens infratores, informou a BBC nesta terça-feira (21).

O influenciador de 19 anos, cujo nome é Bacari-Bronze O’Garro, foi considerado culpado por duas acusações de violar uma ordem judicial que o proibia de postar vídeos nas redes sociais sem consentimento das pessoas que aparecem nas imagens.

A condenação também o baniu por dois anos de redes sociais, incluindo participar em vídeos de outras pessoas.

No mês passado, ele foi banido de todas as redes sociais por conta do julgamento.

O vídeo que gerou a ordem judicial mostra Mizzy invadindo a casa de uma família junto com dois outros jovens, enquanto fingia que buscava um grupo de estudos no local.

Durante a pegadinha, um homem dentro da casa sobe as escadas e pede para o grupo sair de sua residência. “Temos crianças aqui”, diz, enquanto insiste para os jovens saírem.

Mizzy, no entanto, entra na sala de estar e faz uma gravação dele sentado no sofá da casa invadida por alguns segundos.

O juiz do caso, Matthew Bone, criticou o influencer durante sua fala no julgamento. “Para ser franco, suas pegadinhas não são engraçadas”, afirmou Bone.

Bone também disse que as ações de O’Garro foram motivadas pelo desejo de “receber dinheiro e roupas de grife de patrocinadores”.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

http://g1.globo.com/

http://g1.globo.com/




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

segunda-lista-de-repatriados-de-gaza-para-o-brasil-sobe-para-86-nomes;-itamaraty-aguarda-autorizacao-de-israel-e-egito

G1 Mundo

Segunda lista de repatriados de Gaza para o Brasil sobe para 86 nomes; Itamaraty aguarda autorização de Israel e Egito

A nova lista já foi enviada para diplomatas no Cairo (Egito), em Tel Aviv (Israel) e em Ramala (Cisjordânia, território palestino), mas fontes ouvidas pela GloboNews preferem não dar uma previsão de saída do grupo. São os diplomatas no Egito, Israel e Ramala que negociam em nome do Brasil, por meio das embaixadas, para conseguir a liberação pela passagem de Rafah, na fronteira com o Egito. Há um mês e […]

today22 de novembro de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%