G1 Mundo

Trump diz que, se eleito presidente, perdoará envolvidos no ataque ao Capitólio

today11 de maio de 2023 3

Fundo
share close

Trump participou de uma entrevista em um programa da rede CNN. Ao ser questionado sobre os ataques de 6 de janeiro, o ex-presidente afirmou que perdoaria vários apoiadores envolvidos no episódio, se for eleito nas eleições de 2024.

“Estou inclinado a perdoar muitos deles. Não posso dizer para todos porque alguns deles provavelmente ficaram fora de controle”, afirmou.

A invasão ao Capitólio, que é o centro legislativo dos Estados Unidos, foi liderada por apoiadores de Trump. À época, eles tentavam anular o resultado das eleições de 2020, quando Joe Biden saiu vitorioso.



Cinco pessoas, incluindo um policial, morreram durante ou logo após o ataque, e mais de 140 policiais ficaram feridos. O Capitólio sofreu milhões de dólares em danos.

Em janeiro deste ano, o secretário de Justiça dos EUA, Merrick Garland, afirmou que mais de 950 prisões foram registradas de pessoas envolvidas nos ataques. Ainda segundo ele, mais de 350 foram condenadas e 192 receberam sentenças de prisão.

Os nove jurados decidiram que ela deverá receber US$ 5 milhões (cerca de R$ 25 milhões) em compensações e ressarcimentos por danos. Por ser não ser um processo criminal, não há chances de prisão contra Trump.

O caso é um dos vários desafios legais enfrentados pelo magnata republicano de 76 anos, que busca retornar à Casa Branca nas eleições de 2024.

No mês passado, ele se declarou inocente em um caso criminal relacionado a um pagamento em dinheiro para comprar o silêncio de uma estrela pornô pouco antes da eleição de 2016.

Trump também está sendo investigado por seus esforços para anular sua derrota nas eleições de 2020 no estado da Geórgia, por sua suposta má gestão de documentos classificados retirados da Casa Branca e por sua implicação no ataque ao Capitólio por seus apoiadores.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ucrania-exalta-papel-do-brasil-em-visita-de-celso-amorim

G1 Mundo

Ucrânia exalta papel do Brasil em visita de Celso Amorim

Assessor especial da Presidência se reuniu com Volodymyr Zelensky em Kiev. "Brasil pode desempenhar um papel importante para cessar a agressão russa", afirmou vice-chanceler ucraniano.O ex-chanceler e assessor especial para assuntos internacionais da Presidência, Celso Amorim se reuniu em Kiev nesta quarta-feira (10) com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, membros de seu gabinete e com o vice-ministro do Exterior da Ucrânia, Andriy Melnyk, que representou a pasta na ausência […]

today11 de maio de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%