G1 Santos

Turcos que enviavam cocaína para a Europa fogem do Brasil e são procurados pela Interpol; um é preso

today18 de janeiro de 2024 21

Fundo
share close

Um deles foi preso pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (18), em São Paulo. Quadrilha fazia parte de um esquema que enviava cocaína do Porto de Santos para a Bélgica.




Investigações contra turcos foram iniciadas após apreensão de cocaína escondida em bobinas de papel no Porto de Santos (SP)

Investigações contra turcos foram iniciadas após apreensão de cocaína escondida em bobinas de papel no Porto de Santos (SP)

A Polícia Federal prendeu, nesta quinta-feira (18) um homem turco suspeito de participar de um esquema de tráfico de drogas internacional entre o Porto de Santos e a Europa. Ele foi encontrado durante a Operação TK, realizada em São Paulo. Outros dois turcos, investigados por participarem da mesma quadrilha, fugiram do Brasil e tornaram-se procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol). Um quarto integrante ainda permanece no país e é procurado pela PF.

O delegado da Polícia Federal Caio Martins de Lima explicou ao g1 que quatro turcos estão sendo investigados. Um deles foi preso em uma casa em São Paulo nesta quinta-feira. Os outros três não foram encontrados até o momento.

Segundo ele, um deles continua no Brasil e a PF realiza buscas para encontrá-lo. Os outros dois suspeitos saíram do país antes do início das investigações.

“Os investigados se encontram na Europa. Eles saíram do Brasil antes mesmo da apreensão da droga. Então, eles não tiveram nenhum problema. Foram de voo comercial, sem nenhum impedimento”, afirmou o delegado.

A PF também cumpriu mandados de busca e apreensão em São Paulo, nesta quinta-feira (18). De acordo com o delegado Caio, foram apreendidos documentos, celulares, computadores e 20 mil dólares.

Antes disso, durante as investigações, foram apreendidos R$ 91 mil, pagos por uma empresa de fachada dos traficantes à fornecedora de papel. O valor foi dado como entrada para a compra de um novo lote de bobinas, que seria usado para mais uma remessa de droga.

Esquema de traficantes turcos enviava cocaína do Porto de Santos para Europa — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Segundo a PF, as bobinas eram desenroladas e cortadas para as drogas serem colocadas. O serviço acontecia em um galpão na capital paulista, onde funcionava a empresa de fachada criada pelos traficantes. Depois, eles traziam a carga para o Porto de Santos (SP) e a transportava para os países da Europa.

A Operação TK tem como objetivo combater o tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico da quadrilha de turcos. O nome é uma referência direta ao nome fantasia da empresa utilizada pela organização criminosa.

Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva na manhã desta quinta-feira (18) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

caminhao-do-peixe-tem-pescados-a-precos-acessiveis

Prefeitura de Guarujá

Caminhão do Peixe tem pescados a preços acessíveis

De segunda (22) até quinta-feira (25) é possível aproveitar o equipamento para garantir diversos tipos de pescado De segunda (22) a quinta-feira (25), o Caminhão do Peixe da Prefeitura de Guarujá percorre os bairros da sede do Município e do Distrito de Vicente de Carvalho oferecendo pescados a preços mais acessíveis. No veículo, a população poderá encontrar sardinha, mistura, corvina, pampo, pescada, espada, camarão, tilápia, bagre, carapeva, gordinho, tainha e galo. Em alguns pontos de […]

today18 de janeiro de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%