G1 Mundo

Twitter falha diversas vezes durante ‘live’ de anúncio de candidatura à presidência de governador da Flórida

today25 de maio de 2023 9

Fundo
share close

Havia muita expectativa pelo bate-papo ao vivo, e os problemas técnicos causaram prejuízo aos planos de DeSantis: a transmissão chegou a ter 600 mil ouvintes quando apresentava problemas técnicos, mas, quando voltou, o número caiu para 100 mil (depois a quantidade de ouvintes aumentou).

Desde que Musk assumiu o Twitter em outubro, ele demitiu milhares de funcionários, incluindo muitos engenheiros responsáveis ​​por corrigir bugs de software e manter o site ativo durante o tráfego intenso.

Musk começou sua fala elogiando DeSantis por ter mantido as escolas abertas durante a pandemia, mas daí a transmissão travou novamente.



A transmissão caiu constantemente, e os apresentadores afirmavam que havia muita gente participando e que os servidores não davam conta.

Depois de cerca de 20 minutos sem conseguir resolver, apareceu uma mensagem em que se lia que a transmissão acabou.

Pouco depois, DeSantis conseguiu entrar numa transmissão, mas com muito menos ouvintes (cerca de 100 mil; eram mais de 600 mil quando a transmissão foi interrompida).

Ele começou criticando os imigrantes, elogiando os militares, atacando pautas morais e elogiando o seu próprio governo.

Ron DeSantis, protocolou, nesta quarta-feira (24), sua candidatura à indicação do Partido Republicano para as eleições presidenciais dos EUA em 2024.

DeSantis, de 44 anos, formalizou sua candidatura em um documento entregue à Comissão Eleitoral Federal, horas antes do bate-papo no Twitter com Elon Musk.

Ele também publicou um vídeo no Twitter para anunciar a candidatura.

DeSantis tem apostado em pautas de costumes no seu estado, a Flórida, para aparecer nas discussões nacionais.

Ele é um aliado de Donald Trump, e, grande parte, o eleitorado dos dois políticos é o mesmo.

Se Trump não puder concorrer por razões legais (ele já foi indiciado em um caso na Justiça, e pode ser acusado em outros processos), DeSantis deve herdar uma parte grande do eleitorado.

Governador da Flórida anuncia envio de 1.100 policiais e guardas para fronteira

Governador da Flórida anuncia envio de 1.100 policiais e guardas para fronteira

Em 2018, DeSantis era um congressista pouco conhecido, mas conseguiu vencer as eleições para governador da Flórida de forma surpreendente, após contar com o apoio decisivo de Trump.

Desde então, ele se tornou uma estrela em ascensão na direita dos EUA, com políticas muito conservadoras em temas como educação, aborto e imigração.

Essas iniciativas proporcionaram a ele uma ampla cobertura midiática e uma reeleição triunfal em 2022. Mas a briga pela candidatura republicana revelará se seu novo status no partido é suficiente para superar Trump.

Várias pesquisas registram uma vantagem folgada do ex-presidente sobre o governador, embora os resultados devam ser vistos com cautela, já que ainda faltam meses para as primárias.

A principal diferença entre os dois candidatos reside, sobretudo, em seus comportamentos.

Para muitos, DeSantis, filho de uma família de classe trabalhadora, veterano de guerra e formado em Harvard e Yale, é menos carismático do que Donald Trump.

Um dos assessores do ex-presidente afirmou, sob condição de anonimato, que anunciar sua candidatura no Twitter é perfeito para DeSantis, pois assim não precisa interagir com ninguém.

As hostilidades entre Trump e o governador da Flórida começaram muito antes da entrada de DeSantis na campanha. “DeSantis precisa desesperadamente de um enxerto de personalidade”, disse Trump na manhã desta quarta-feira.

Faz semanas que Trump vem criticando seu adversário em suas redes sociais e comícios. DeSantis contra-ataca à sua maneira, de forma mais sutil, falando da derrota nas últimas eleições presidenciais para Joe Biden.

As projeções indicam que o governador da Flórida terá um embate difícil contra Trump, cujos problemas na Justiça parecem mobilizar ainda mais seus muitos seguidores.

Em sua campanha, DeSantis poderá contar com doações generosas – 110 milhões de dólares (cerca de R$ 545 milhões) até agora – com as quais espera encurtar a distância e inundar o país com anúncios.

Os outros candidatos declarados na corrida republicana – Nikki Haley, Tim Scott, Asa Hutchinson – mal ultrapassam os 5% nas pesquisas de intenção de voto. Tudo aponta para um duelo entre o governador da Flórida e o homem que o impulsionou.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tina-turner-cantou-‘the-best’-para-ayrton-senna-em-1993;-relembre

G1 Mundo

Tina Turner cantou ‘The best’ para Ayrton Senna em 1993; relembre

Música é um dos grandes hits da cantora que morreu nesta quarta-feira (24) aos 83 anos. Tina Turner homenageou Ayrton Senna Em 1993, Tina Turner cantou a música "The best" ("o melhor", em inglês) para o piloto brasileiro Ayrton Senna em um show após o Grande Prêmio da Austrália. A Rainha do Rock morreu nesta quarta-feira (24) aos 83 anos. Na ocasião, o piloto compareceu ao show da norte-americana com […]

today25 de maio de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%