G1 Mundo

Urnas fecham no México enquanto país se prepara para eleger primeira mulher presidente

today2 de junho de 2024 11

Fundo
share close

Claudia Sheinbaum é a favorita, e Xóchitl Galvez, a segunda nas pesquisas para a presidência do México. Eleições acontecem neste domingo (2).


Pessoas seguram cartazes em apoio ao candidato presidencial da oposição do México, Xochitl Galvez. — Foto: REUTERS/Luis Cortes



Depois de um dia de votação, marcado pela violência e pelo assassinato de duas pessoas em locais de votação no estado de Puebla, as urnas foram fechadas em grande parte do México por volta das 20h de Brasília. Os primeiros resultados preliminares são esperados a partir de 23h neste domingo.

Quase 100 milhões de mexicanos puderam votar nas eleições de domingo. Outros cargos em disputa incluem o de prefeito da Cidade do México, oito governos e ambas as câmaras do Congresso. Cerca de 20 mil cargos eleitos estão em votação, o maior número na história do México.

A eleição no México neste ano já é considerada a mais violenta da história moderna, com o assassinato de 38 candidatos. A violência despertou preocupações sobre a ameaça dos cartéis de drogas em guerra à democracia.

México deve eleger a primeira mulher presidente em meio a uma campanha eleitoral marcada pela violência     

México deve eleger a primeira mulher presidente em meio a uma campanha eleitoral marcada pela violência     




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tremor-de-magnitude-5,9-atinge-centro-do-japao

G1 Mundo

Tremor de magnitude 5,9 atinge centro do Japão

Um terremoto de magnitude 5,9 atingiu o centro de Japão, mas não foi emitido nenhum alerta de tsunami, informou a agência meteorológica do país asiático. O tremor foi registrado às 06h31 locais (18h31 de domingo em Brasília) e teve seu epicentro na península de Noto, onde outro sismo devastador causou mais de 230 mortes em 1º de janeiro. As autoridades locais indicaram que, inicialmente, não houve relatos de danos, mas […]

today2 de junho de 2024 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%