G1 Mundo

Vaticano condena padre acusado de abuso em escola de coroinhas papais

today23 de janeiro de 2024 10

Fundo
share close

Esse é o primeiro caso sobre abuso sexual que aconteceu em território do Vaticano a ser julgado.


Imagem do Vaticano — Foto: Matheus Muller/g1



Um tribunal do Vaticano condenou nesta terça-feira (23) o padre Gabriele Martinelli por ter abusado sexualmente de um colega, enquanto ambos eram estudantes de uma escola para coroinhas papais. 

Os juízes sentenciaram Martinelli a dois anos e meio de prisão, segundo uma cópia da deliberação.

O julgamento original, que começou quatro anos atrás, foi o primeiro sobre abuso sexual que aconteceu em território do Vaticano

Martinelli foi considerado culpado de corromper um menor e multado em 1.000 euros (R$ 5.317, na cotação atual) por eventos que aconteceram entre 2008 e 2009. 

O padre ainda não falou nada sobre a condenação. 

Martinelli foi julgado por ter forçado uma pessoa conhecida apenas como L.G. a fazer sexo por um período entre 2007 e 2012, enquanto ambos estavam no pré-seminário Saint Pius X.

A instituição, anteriormente sediada no Vaticano, abriga coroinhas que servem em missas na Basílica de São Pedro, inclusive para o papa, e pensam em se tornar padres.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

parlamento-da-turquia-aprova-entrada-da-suecia-na-otan

G1 Mundo

Parlamento da Turquia aprova entrada da Suécia na Otan

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ainda precisa assinar a decisão para que os suecos se tornem o 32º o país a integrar a aliança, o que deve acontecer nos próximos dias. Agora, resta apenas a aprovação da Hungria para que a Suécia entre na organização. É necessária a aprovação de todos os integrantes da Otan para a entrada de um novo país. Desde 2022, a Turquia fazia objeções sobre […]

today23 de janeiro de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%