G1 Mundo

Venezuela prende 32 pessoas, inclusive militares, acusadas de supostas ‘conspirações’ contra Nicolás Maduro

today23 de janeiro de 2024 5

Fundo
share close

Autoridades da Venezuela prenderam 32 pessoas, entre civis e militares, acusadas de “traição à pátria” por cinco supostas “conspirações” para assassinar o presidente do país, Nicolás Maduro, supostamente com o apoio dos Estados Unidos, informou o Ministério Público nesta segunda-feira (22).

O procurador-geral do país, Tarek William Saab afirmou que também foram emitidos mandados de prisão contra outras 11 pessoas, incluindo ativistas de direitos humanos, jornalistas e soldados no exílio.

Saab disse que “todos os detidos estão condenados, confessaram e revelaram informações sobre os planos contra a maioria do povo venezuelano e a sociedade democrática. Não haverá contemplações legais e jurídicas contra qualquer um desses indivíduos”.



No dia 15 de janeiro, o presidente Nicolás Maduro afirmou ao Parlamento do país que havia conspirações contra ele.

Venezuela diz que aguardou fim das sanções dos EUA

O ministro da Defesa, general Vladimir Padrino, também estava entre os alvos do plano, de acordo com o procurador-geral.

Padrino afirmou que as operações contra as conspirações estavam sendo mantidas em sigilo porque coincidiram com conversas entre Maduro e os EUA que levaram à libertação de presos na Venezuela (os EUA atenuaram algumas das sanções que impuseram à Venezuela nos últimos anos).

O ministro culpou “a extrema direita venezuelana” pelos planos, como os porta-vozes do governo normalmente se referem à oposição, com “apoio” da CIA e da Agência Americana Antidrogas (DEA, na sigla em inglês).

Maduro, que aparece como candidato natural do chavismo à reeleição em 2024, denuncia frequentemente planos de conspiração para derrubá-lo, normalmente pelos mesmos responsáveis: EUA, a oposição e narcotraficantes colombianos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-dos-eua-prende-mulher-acusada-de-roubar-r$-12,5-mil-em-copos-stanley

G1 Mundo

Polícia dos EUA prende mulher acusada de roubar R$ 12,5 mil em copos Stanley

Em um comunicado, a polícia recomendou que as pessoas 'não cometam crimes para satisfazer seus hábitos de hidratação'. Imagens de copos roubados que a polícia da Califórnia encontrou — Foto: Reprodução/rosevillepolice A polícia do estado da Califórnia, nos Estados Unidos, prendeu no dia 17 de janeiro uma mulher acusada de roubar 65 copos da marca Stanley de uma loja —o valor dos copos é equivalente a US$ 2.500 (cerca de […]

today23 de janeiro de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%