G1 Santos

Vereador é acusado de dar tapas no rosto de homem em Câmara e o ameaçar: ‘vou te quebrar inteiro’

today2 de março de 2024 5

Fundo
share close

De acordo com o morador, ele trabalha como consultor e tinha ido até a Câmara para fazer o contrato da venda de um carro a um dos vereadores na quarta-feira (28). No entanto, Wagner foi surpreendido enquanto cumprimentava as pessoas que estavam no primeiro andar.

“Quando eu fui cumprimentar o presidente da casa, ele veio para cima de mim falando em tons altos de ameaça, onde ele veio a desferir três tapas na minha cara, me empurrando e vindo para cima de mim”, relembrou.

Segundo relato da vítima, o vereador lhe chamou de “moleque”, além de fazer ameaças. “Quando eu te trombar na madrugada, você vai ver quem é Marco Antonio porque eu vou te quebrar inteiro“, teria dito o parlamentar.



As agressões verbais e físicas só chegaram ao fim quando o assessor de Marco empurrou o consultor e o pediu para ele sair do local. Segundo Wagner, a confusão aconteceu porque ele compartilhou nas redes sociais uma notícia sobre uma denúncia envolvendo a esposa do vereador.

A equipe de reportagem entrou em contato com o vereador e presidente da Câmara Marco Antonio de Sousa, mas este não se manifestou até a publicação desta matéria. O g1 apurou, no entanto, que o parlamentar registrou um BO contra o homem que o acusou de agressão.

Em nota, a Câmara Municipal de Praia Grande informou que o vereador não agrediu o homem. “A denúncia em questão seria mais uma tentativa de armação dentre muitas que vêm ocorrendo para atacar o vereador de forma indigna”, diz o texto.

No mesmo dia das agressões, o consultor registrou um boletim de ocorrência por ameaça e lesão corporal no 2º Distrito Policial de Praia Grande. No local, foi expedida guia para realização de corpo de delito. A vítima fez o exame, mas ainda não recebeu o resultado.

Ao g1, os advogados do consultor, Thyago Garcia e Matheus Tamada, informaram que o episódio é “inaceitável em uma sociedade democrática e de direito”. Ainda segundo os defensores, todas as medidas legais cabíveis serão tomadas para garantir a responsabilização do agressor e a proteção da vítima.

Segundo a defesa, houve representação criminal e os advogados ainda solicitaram as imagens das câmeras de monitoramento da Câmara Municipal, que teriam desaparecido.

“Diante dessa situação extremamente preocupante [desaparecimento das imagens], lutar-se-á incansavelmente para garantir a preservação dos elementos probatórios essenciais para o esclarecimento dos fatos. No âmbito do inquérito policial instaurado, exigir-se-á que os equipamentos de monitoramento da Câmara Municipal sejam periciados a fim de constatar se, de fato, houve o apagamento das imagens e, caso positivo, identificar quem foi o responsável por tal ato”, disseram os advogados, em nota.

Garcia e Tamada ainda informaram, por meio de nota, que irão solicitar uma ação indenizatória por danos morais ao presidente da Câmara Municipal. “Em razão do dissabor [sentimento de infelicidade] causado pelas ameaças e agressões sofridas pelo senhor Nappo”.

Também segundo a defesa de Wagner, ele está “plenamente disposto a colaborar com as investigações”.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) disse que o caso foi registrado como ameaça e lesão corporal no 2° DP de Praia Grande. “Na ocasião, a vítima, um homem de 43 anos, relatou que na quarta-feira (28) foi até a Câmara Municipal da cidade para falar sobre a venda de um veículo e, no local, foi ameaçado e agredido. Ele manifestou o interesse de representar criminalmente contra o autor. Diligências prosseguem para esclarecer os fatos”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

gravida-com-a-pele-necrosada-apos-ser-picada-por-aranha-tem-seis-tatuagens-de-aracnideos-pelo-corpo

G1 Santos

Grávida com a pele necrosada após ser picada por aranha tem seis tatuagens de aracnídeos pelo corpo

Ela contou ter colocado um tapete no chão do quarto e se deitado na cama, quando viu a aranha subir pela perna dela e, em seguida, foi picada. Com dores, ela foi levada ao Hospital Doutor Adhemar de Barros, onde os médicos constataram que se tratava de uma lesão causada por uma aranha-marrom. Ela ficou internada, passou por tratamento e está bem, assim como a bebê. À equipe de reportagem, […]

today2 de março de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%