G1 Santos

Vídeo mostra prisão de criminoso suspeito de atacar PM baleada nas costas no litoral de SP

today3 de agosto de 2023 9

Fundo
share close

Um dos quatro criminosos suspeitos de atacar e balear pelas costas uma uma policial militar em frente à uma padaria em Santos, no litoral de São Paulo, foi preso com auxílio das câmeras do Centro de Controle Operacional (CCO) da prefeitura. As imagens foram obtidas pelo g1, nesta quinta-feira (3), e mostram o criminoso entrando em um ônibus e sendo detido (veja acima).

Com a ajuda das câmeras, os agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM) chegaram ao homem e o prenderam. Ele já havia embarcado no ônibus com uma mochila recheada com drogas e arma.

A cabo da PM, Najara Gomes, foi baleada na manhã de terça-feira (1), de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP). Dos quatro criminosos que atacaram ela e o parceiro, que a salvou, um foi morto em troca de tiros no local, dois presos e outro segue foragido, informou a pasta.



Câmeras auxiliam na prisão de suspeito de atirar contra policial em Santos, SP, durante fuga em ônibus — Foto: Reprodução e CCO/Santos

Após atirar contra os policiais, os criminosos fugiram em direção ao Morro São Bento, onde a PM iniciou uma operação para encontrá-los.

Nas imagens do CCO, foi possível ver o suspeito descendo pelas escadarias do morro, pelo lado da Avenida Martins Fontes e, desesperadamente, tentou entrar em veículos que passavam pela via.

Dois policiais militares são baleados por criminosos no litoral de SP — Foto: Polícia Militar

Os agentes da GCM e PM acionaram um helicóptero Águia, que indicou que o suspeito estava no interior do ônibus. Outras viaturas foram acionadas e os profissionais de segurança conseguiram deter o suspeito próximo à estação rodoviária.

Durante a abordagem, os policiais encontraram uma arma, grande quantidade de drogas e outros objetos pessoais na mochila do suspeito.

O soldado Patrick Bastos Reis foi baleado enquanto fazia um patrulhamento na comunidade da Vila Júlia em Guarujá, na quinta-feira (27). A morte dele foi confirmada no mesmo dia. Além dele, um outro policial foi baleado na mão esquerda, encaminhado para o Hospital Santo Amaro e liberado.

Após o caso, a Polícia Militar iniciou a Operação Escudo, com o objetivo de capturar os criminosos responsáveis pela ação contra os agentes.

Na segunda-feira (31), Erickson foi encaminhado ao Fórum de Santos, onde passou por audiência de custódia, que começou por volta das 10h. A Justiça definiu que a prisão temporária foi mantida por 30 dias.

Erickson David da Silva é um dos apontados como responsáveis pelos disparos contra o PM em Guarujá (SP). — Foto: Reprodução

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

circo-solidario-arrecada-mais-de-uma-tonelada-de-alimentos

Prefeitura de Guarujá

Circo Solidário arrecada mais de uma tonelada de alimentos

Donativos serão revertidos às famílias em situação de vulnerabilidade “No circo tem solidariedade? Tem, sim senhor!”. Com o clima que só o maior espetáculo da terra pode proporcionar, a sessão solidária do Circo Estoril em prol do Fundo Social de Solidariedade de Guarujá arrecadou mais de uma tonelada de alimentos na noite de quarta-feira (2). O circo está instalado no estacionamento Ginásio Marivaldo Fernandes – Guaibê e o público prestigiou […]

today3 de agosto de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%