G1 Santos

‘Vou lutar por quem mora em Bertioga’ diz prefeito sobre ideia de Alckmin em usar moradias da cidade para receber desabrigados de São Sebastião

today28 de fevereiro de 2023 4

Fundo
share close

No último sábado (25), o vice-presidente da República, Alckmin esteve em São Sebastião e falou sobre o estudo de aproveitar as moradias construídas pelo governo estadual no bairro Jardim Raphael, em Bertioga, para receber, provisoriamente, as vítimas da tragédia.

“Tem 1.500 apartamentos na cidade vizinha, em Bertioga. Estão praticamente prontos. Claro que eles se destinam à Caixa Econômica Federal. Foi até uma parceria feita no nosso tempo. O terreno é do governo do estado e o Estado entrou com recursos do Casa Paulista. É um programa chamado Entidades, mas, de repente, pode uma parte disso. Vou ver com o prefeito de Bertioga e com a Caixa Econômica Federal, ser cedido para famílias daqui”, disse Alckmin.

Em entrevista à TV Tribuna, afiliada da Globo, prefeito de Bertioga, Caio Matheus, fala que vai lutar pela moradia dos bertioguenses cadastrados no conjunto habitacional — Foto: Reprodução/TV Tribuna



Caio Matheu afirmou, em entrevista à TV Tribuna, afiliada da Globo, que conversou com Alckmin. Ele disse que ‘relembrou’ o vice-presidente como funciona o modelo Entidades.

“A autonomia do cadastro das famílias não é municipal, e sim das entidades [cooperativa habitacional ou mista, associação ou entidade privada sem fins lucrativos], que tem total gerenciamento. O cadastro foi feito em 2013. Eu quero deixar claro, que vamos lutar com unhas e dentes para que os moradores de Bertioga que estão no cadastro não sejam retirados”.

Geraldo Alkcmin durante reunião em São Sebastião — Foto: Denio Simões/MIDR

O prefeito ressaltou que o município é solidário com as vítimas de São Sebastião e que, inclusive, Bertioga está ajudando a cidade vizinha até com maquinário para desobstruir a Rodovia Rio-Santos. Mas, ele enfatizou que as famílias de Bertioga precisam destas moradias, pois, segundo Caio, muitas vivem em áreas de risco.

“Se tiver que tirar alguém [do conjunto habitacional], mesmo que provisoriamente, que seja de uma parcela pequena de pessoas que são cadastradas por entidades fora do município. Se cerca de 15% não são moradores de Bertioga, eu vou lutar pelos moradores de Bertioga, para que as cerca de 1.300 famílias não sejam prejudicadas. A cidade tem um déficit habitacional. Cerca de 750 moradias estão em áreas insalubres e áreas de risco, que tem prioridade zero para absorver essas vagas”, disse.

De acordo com a prefeitura de Bertioga, o empreendimento vai beneficiar cerca de 6.000 pessoas com apartamentos de dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

Ao todo, são cinco condomínios com 300 unidades, totalizando 1.500 moradias, distribuídas em uma área com mais de 75 000 m². Cada um dos condomínios contará com guarita, depósito de lixo, playgrounds, salão comunitário, reservatório de água, jardins e vagas de estacionamento.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

canada-quer-permitir-suicidio-para-criancas-sem-consentimento-dos-pais

Gospel Prime

Canadá quer permitir suicídio para crianças sem consentimento dos pais

Um comitê parlamentar solicitou a expansão do programa de suicídio assistido do Canadá para que “menores maduros”, cujas mortes são “razoavelmente previsíveis”, possam optar pelo suicídio assistido, e apressar suas mortes sem o consentimento dos pais. Sendo assim, o Comitê Conjunto Especial de Assistência Médica na Morte apresentou seu relatório na semana passada para discussão na Câmara dos Comuns, recomendando que os menores deveriam ser elegíveis para o suicídio assistido […]

today28 de fevereiro de 2023 44

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%