G1 Mundo

Zelensky, da Ucrânia, chega aos EUA para visita história e encontro com Joe Biden

today21 de dezembro de 2022 267

Fundo
share close

Trata-se de uma viagem histórica: é a primeira vez que Zelensky deixa a Ucrânia desde o início da guerra no país, em 24 de fevereiro.

O líder ucraniano foi direto a uma instalação do governo dos Estados Unidos, de onde esperará para seguir para os seguintes compromissos:

  • Ele se encontrará com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden;
  • Após a reunião, ambos darão uma entrevista coletiva à imprensa;
  • Na sequência, o ucraniano seguirá ao Capitólio – o prédio do Congresso dos Estados Unidos – onde discursará durante uma reunião conjunta da Câmara dos Deputados;
  • Todos os eventos acontecerão ainda nesta quarta-feira.

Agradecimentos na Casa Branca



Joe Biden deu as boas-vindas à Casa Branca ao líder ucraniano com renovadas garantias de apoio dos EUA em meio à contínua investida da Rússia contra a Ucrânia.

“Obrigado antes de tudo”, disse Zelensky ao presidente dos Estados Unidos. “É uma grande honra estar aqui”.

O presidente dos EUA, Joe Biden, e a primeira-dama, Jill Biden, recebem o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy — Foto: Leah Millis/Reuters

A assessoria de Zelensky ainda não informou se ele terá compromissos na capital norte-americana na quinta-feira.

A visita acontece em um momento em que os Estados Unidos aumentaram o envio de armas de última geração para a Ucrânia.

Os EUA encabeçam a lista de países do Ocidente que vêm abastecendo fortemente a artilharia ucraniana, o que permitiu a Kiev colocar em prática uma ambiciosa operação de reconquista de território ocupados pela Rússia.

Em meados de novembro, as tropas ucranianas conseguiram reconquistar Kherson, uma das primeiras cidades inteiramente ocupada por Moscou, que já havia inclusive imposto o uso da moeda russa no local.

Mais dinheiro para enfrentar os russos

Os Estados Unidos fornecerão 1,85 bilhão de dólares em assistência militar adicional para a Ucrânia, incluindo a transferência do Sistema de Defesa Aérea Patriot, disse o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, em comunicado nesta quarta-feira.

O anúncio ocorre num momento em que o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, está a caminho de Washington na quarta-feira para se encontrar com o presidente norte-americano, Joe Biden, e discursar no Congresso em sua primeira viagem internacional conhecida desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, 300 dias atrás.

A assistência inclui um crédito de 1 bilhão de dólares para fornecer à Ucrânia “capacidades expandidas de defesa aérea e ataque de precisão” e 850 milhões adicionais em assistência de segurança, disse Blinken.

“A assistência de hoje pela primeira vez inclui o Sistema de Defesa Aérea Patriot, capaz de derrubar mísseis de cruzeiro, mísseis balísticos de curto alcance e aeronaves em um teto significativamente mais alto do que os sistemas de defesa aérea fornecidos anteriormente”, disse Blinken em seu comunicado divulgado pelo Departamento de Estado.

Zelenskiy disse anteriormente que sua visita aos EUA visava fortalecer a “capacidade de resiliência e defesa” da Ucrânia em meio a repetidos ataques russos de mísseis e drones às capacidades de fornecimento de energia e água do país no auge do inverno no Hemisfério Norte.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guerra-na-ucrania:-o-que-o-envio-de-misseis-patriot-pelos-eua-pode-significar-para-o-conflito

G1 Mundo

Guerra na Ucrânia: o que o envio de mísseis Patriot pelos EUA pode significar para o conflito

Desde o início da guerra, em fevereiro, muitas defesas aéreas ocidentais foram enviadas — desde mísseis portáteis Stinger, lançados a partir do ombro, até sistemas mais avançados guiados por radar e detecção de calor. Todos fornecem um nível abrangente de proteção contra diferentes ameaças. Os mísseis Patriot são outro passo nesse mesmo caminho — e um que vai desafiar Moscou. Eles não são uma bala de prata, mas são extremamente […]

today21 de dezembro de 2022 247

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%