G1 Mundo

33 migrantes que tentavam chegar aos EUA morrem após ônibus cair de penhasco no Panamá

today16 de fevereiro de 2023 12

Fundo
share close

Veículo passava pelo desfiladeiro da selva de Darién, considerada a mais perigosa da América Latina e que tem sido uma das principais rotas de latino-americanos que tentam chegar aos Estados Unidos.


Ônibus que transportava migrantes no Panamá, destruído após cair em um penhasco no desfiladeiro de Darién, no Panamá, em 15 de fevereiro de 2023. — Foto: Corpo de Bombeiros de Chiriqui via AFP



Trinta e três migrantes que tentavam chegar aos Estados Unidos morreram no Panamá depois de que o ônibus em que estavam cair em um penhasco nesta quarta-feira (15), segundo o governo do país.

O veículo passava pelo desfiladeiro de Darién, região onde fica a selva considerada a mais perigosa da América Latina e que tem sido uma das principais rotas dos migrantes latino-americanos que tentam chegar aos Estados Unidos, principalmente de venezuelanos.

O ônibus levava os passageiros a um abrigo localizado na província de Chiriqui, na fronteira com a Costa Rica. De lá, eles seguiriam viagem a pé.

A vice-diretora de Migração do Panamá, Maria Isabel Saravia, confirmou as mortes, mas não detalhou a nacionalidade das vítimas.

“O governo do Panamá está prestando atenção médica aos feridos”, disse o presidente do país, Laurentino Cortizo, nas redes sociais.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

escassez-de-agua-e-falta-de-saneamento-basico-na-turquia-colocam-saude-de-sobreviventes-do-terremoto-em-risco

G1 Mundo

Escassez de água e falta de saneamento básico na Turquia colocam saúde de sobreviventes do terremoto em risco

Como inúmeras outras vítimas de uma catástrofe que matou mais de 41.000 na Turquia e na Síria, ele ainda espera por uma lavagem - afetado por uma escassez de água potável que, segundo organismos internacionais de saúde, representa um risco à saúde pública. "Não conseguimos enxaguar desde o terremoto", disse Emin, um estudante de design gráfico de 21 anos, enquanto trazia remédios para gripe de uma clínica em um estádio […]

today16 de fevereiro de 2023 20

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%