G1 Mundo

A corrida contra o tempo para achar submarino desaparecido

today20 de junho de 2023 79

Fundo
share close

“Estamos procurando por ele”, disse à agência AFP um membro do Centro de Coordenação de Resgate da força costeira de Boston. O contato com o submersível foi perdido cerca de uma hora e 45 minutos após a embarcação submergir, no domingo de manhã, acrescentou a guarda costeira dos EUA, que estima que o submarino tenha uma reserva entre 70 e 96 horas de oxigênio de emergência.

Um dos membros da expedição que explorava o Titanic seria o bilionário e aviador britânico Hamish Harding. No domingo, ele publicou em sua conta do Instagram que estava “orgulhoso de finalmente anunciar” que participaria da expedição “para a Missão RMS Titanic como especialista de missão no submarino”.

Outra pessoa que se acredita estar a bordo é Paul Henry Nargeolet, ex-comandante da marinha francesa e piloto de submersível. Nargeolet liderou várias expedições ao local do Titanic e supervisionou a recuperação de 5.000 artefatos dos destroços.



A OceanGate Expeditions, dona do submarino, chamado Titan, disse em um breve comunicado nesta segunda-feira que está “mobilizando todas as opções” para resgatar as pessoas a bordo da embarcação.

“Somos profundamente gratos pela extensa assistência que recebemos de várias agências governamentais e empresas de exploração marinha em nossos esforços para restabelecer o contato com o submarino”, disse a OceanGate em comunicado.

Submarino com turistas que queriam ver o Titanic desaparece no Oceano Atlântico — Foto: Jornal Nacional/ Reprodução

A companhia estava atualmente realizando sua quinta “missão” ao Titanic em 2023, de acordo com seu site. A expedição, que custa 250 mil dólares por pessoa (R$ 1,2 milhão), parte de St. John’s, Newfoundland, no Canadá, antes de seguir até o local do naufrágio, de acordo com o site da OceanGate.

Para visitar os destroços, os passageiros entram no Titan, um submersível de 10 toneladas para cinco pessoas que leva cerca de duas horas para chegar até os destroços do Titanic.

O RMS Titanic saiu do porto inglês de Southampton em 10 de abril de 1912 para sua viagem inaugural rumo a Nova York, mas afundou após colidir com um iceberg cinco dias depois. Dos 2.224 passageiros e tripulantes, morreram quase 1.500.

Os restos do transatlântico foram descobertos em 1985 a 650 quilômetros da costa canadense, a cerca de 3.800 metros de profundidade, em águas internacionais do oceano Atlântico. Desde então, a área é visitada por caçadores de tesouros e turistas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

submarino-desaparecido:-veja-cronologia

G1 Mundo

Submarino desaparecido: veja cronologia

Os destroços do Titanic estão a cerca de 700 km ao sul de St John's, Newfoundland, no Canadá, embora a missão de resgate esteja sendo liderada de Boston, em Massachusetts (EUA). Cinco pessoas entram em um submarino para tentar chegar aos destroços do Titanic, para a primeira viagem de 2023. A empresa de turismo marítimo, OceanGate Expeditions, cobra US$ 250 mil (R$ 1,19 milhão) dos passageiros por um lugar em […]

today20 de junho de 2023 44

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%