G1 Mundo

A cronologia do começo da guerra entre Israel e o Hamas

today7 de outubro de 2023 22

Fundo
share close

Há notícias de ataques que ocorreram a cerca de 25 quilômetros de distância da fronteira entre a Gaza e Israel (veja abaixo cronologia do começo da guerra).

Uma parte dos combatentes já estava infiltrada em localidades de Israel.

Os combatentes ficaram nas ruas de alguns desses lugares durante horas. Motocicletas e parapentes foram utilizados pelo grupo, que atirou em civis e soldados enquanto os militares israelenses demoravam para responder.



Segundo a Associated Press, alguns confrontos seguiram durante a noite. Os palestinos fizeram reféns em pelo menos duas cidades.

Ataque de magnitude inédita é divisor de águas no Oriente Médio, diz Guga Chacra

Ataque de magnitude inédita é divisor de águas no Oriente Médio, diz Guga Chacra

Houve ataques aéreos que chegaram até Tel Aviv –o Hamas afirmou que disparou mais de 150 mísseis contra essa cidade.

Não se sabe a localização exata de muitos dos ataques, mas sabe-se que pelo menos as seguintes cidades foram atingidas:

  • Rehovot,
  • Gedera,
  • Ashkelon e
  • Tel Aviv.

Hamas afirmou que 5 mil foguetes foram lançados da Faixa de Gaza — Foto: REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa

Os combatentes palestinos então começaram a atravessar a fronteira entre a Faixa de Gaza e o território israelense.

Isso começou por volta de 7h40, segundo autoridades israelenses.

Palestinos reagem quando um veículo militar israelense pega fogo após ser atingido por homens armados palestinos que se infiltraram em áreas do sul de Israel, no lado israelense de Israel — Foto: Reuters

Os combatentes atacaram as seguintes cidades israelenses:

  • Sderot.
  • Beeri.
  • Reim.
  • Ofakim.
  • Magen.

Na cidade de Sderot foram feitas imagens de civis mortos dentro de carros e em pontos de ônibus.

Também foram mortos israelenses em pelos menos dois kibutz.

Israel declara guerra após ataque do Hamas — Foto: Reprodução/ GloboNews

Início da retaliação de Israel

Depois disso, Israel começou a bombardear o território palestino. Mais de 200 pessoas morreram nesses ataques.

Segundo as forças militares israelenses, o alvo eram locais ligados ao Hamas.

Mapa mostra conflito em Israel — Foto: Arte/g1

Homem corre após explosão provocada por foguete lançado da Faixa de Gaza, em Israel, em 7 de outubro de 2023 — Foto: REUTERS/Amir Cohen

Prédio pega fogo após ser atingido por foguete em Tel Aviv, Israel, em 7 de outubro de 2023 — Foto: REUTERS/Itai Ron

Pessoas observam destruição na Faixa de Gaza após bombardeios israelenses em reação a ataque do Hamas no dia 7 de outubro de 2023 — Foto: Mohammed Abed/AFP




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

conflito-israel-hamas:-o-que-se-sabe-sobre-os-refens-israelenses-tomados-pelo-grupo-islamico-palestino

G1 Mundo

Conflito Israel-Hamas: o que se sabe sobre os reféns israelenses tomados pelo grupo islâmico palestino

Alguns deles, acredita-se, estão sendo mantidos em pequenas cidades próximas à Faixa de Gaza. Outros foram levados de volta para Gaza. O porta-voz do exército israelense confirmou que há reféns nas comunidades de Ofakim e Be'eri, onde as forças especiais estão envolvidas. O Hamas afirma ter capturado 53 "prisioneiros de guerra" - e que estes foram "colocados em locais seguros e em túneis". O grupo não fornece detalhes sobre onde […]

today7 de outubro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%