G1 Mundo

A mulher que escreveu livro sobre a morte do marido e foi acusada pelo seu homicídio

today11 de maio de 2023 7

Fundo
share close

Kouri Richins, mãe de três filhos, ligou para a polícia tarde da noite em março de 2022 e disse que seu marido, Eric Richins, tinha morrido.

Ela disse às autoridades que preparou um drinque de vodca para o marido e horas depois o encontrou inconsciente.

Após a morte do marido, Kouri escreveu um livro infantil ilustrado chamado Are You With Me? (“Você Está Comigo?”, em tradução livre). O livro seria para seus filhos e crianças em geral a lidar com a morte de um ente querido. Ela disse à estação de rádio local KPCW que o livro trazia “paz” para ela e seus três filhos.



“Nós escrevemos este livro e realmente esperamos que ele forneça algum conforto não apenas para nossa família, mas para outras famílias que estão passando pela mesma coisa”, disse ela à KPCW em uma entrevista no mês passado.

Ela dedicou o livro a Eric, que descreveu como um “marido incrível e um pai maravilhoso”.

Dois meses depois da publicação, ela foi acusada pelo homicídio do marido.

A causa da morte foi detectada por um legista como sendo overdose da droga fentanil. Eric tinha uma dosagem cinco vezes maior que a dosagem letal da droga em seu sistema, disse o legista.

De acordo com documentos do processo criminal apresentados pela acusação, entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022, Kouri enviou uma mensagem de texto a uma pessoa que já havia sido presa por acusação de tráfico de drogas pedindo medicamentos prescritos para dor que só podem ser vendidos com receita médica.

Ela disse que os remédios eram para um investidor com uma lesão nas costas.

Kouri recebeu pílulas de hidrocodona, segundo os documentos do processo, antes de pedir algo mais forte – especificamente fentanil.

Três dias depois que a Kouri supostamente obteve as drogas, ela e o marido jantaram para comemorar o Dia dos Namorados.

Depois disso ele adoeceu. Eric acreditava que havia sido envenenado, segundo os documentos da acusação. Ele teria dito a um amigo que achava que sua esposa estava tentando envenená-lo, diz a promotoria.

Duas semanas depois, de acordo com a acusação, Kouri comprou mais fentanil. Em 4 de março ela ligou para a polícia no meio da noite para dizer que seu marido não estava acordando.

Segundo ela própria, ele tomou um drinque de vodca feito pela esposa antes de dormir. Kouri foi dormir com um de seus filhos pequenos, que estava tendo um pesadelo.

Mais tarde, ela voltou para seu quarto e encontrou o marido “frio ao toque”, segundo seu depoimento à polícia.

Além da acusação de homicídio, Kouri também enfrenta acusações envolvendo a suposta posse de GHB, uma droga para narcolepsia usada para fins recreativos e às vezes chamada de “droga do estupro”.

Ela está presa no momento e uma audiência de custódia está marcada para 19 de maio.

Procurado pelo jornal Los Angeles Times, o advogado de Kouri disse que não faria comentários no momento.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

casal-de-brasilia-e-encontrado-morto-em-apartamento-na-california,-nos-eua

G1 Mundo

Casal de Brasília é encontrado morto em apartamento na Califórnia, nos EUA

José Claudionor da Cruz, 28 anos, e Andressa Pereira, 26, eram de Vicente Pires e estavam em São Francisco desde janeiro passado. Segundo família, polícia americana suspeita de vazamento de gás. Claudionor foi encontrado morto com a esposa em um apartamento nos Estados Unidos. — Foto: Reprodução/Redes sociais José Claudionor da Cruz, de 28 anos, e Andressa Pereira, de 26 anos, moradores de Brasília, foram encontrados mortos dentro de um […]

today11 de maio de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%