G1 Mundo

A um ano da eleição presidencial, Trump lidera em estados decisivos, mostram pesquisas

today6 de novembro de 2023 7

Fundo
share close

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, do Partido Democrata, está atrás do ex-presidente e líder da corrida republicana pela nomeação, Donald Trump, em cinco dos seis mais importantes estados da corrida presidencial, exatamente um ano antes da eleição norte-americana, em um momento no qual os cidadãos se mostram receosos quanto à idade do atual mandatário e insatisfeitos com a forma como ele está conduzindo a economia, mostraram pesquisas publicadas no domingo.

Entretanto, resultados adicionais das pesquisas publicadas pelo jornal The New York Times e pelo Siena College mostraram nesta segunda-feira que, se Trump for condenado nos processos judiciais que correm contra ele, parte de seu apoio nos chamados Estados-chave — que eventualmente mudam de lado na disputa presidencial de uma eleição para outra — pode cair até 6 pontos percentuais, “o bastante para, potencialmente, decidir a eleição”.

Os resultados no domingo mostram Trump à frente no Arizona, Geórgia, Michigan, Nevada e Pensilvânia, enquanto que Biden lidera no Wisconsin. O atual presidente derrotou Trump em todos os seis Estados em 2020, mas Trump atualmente lidera nesses locais com uma média de 48% a 44%.



Mesmo com as pesquisas indicando que, nos votos totais, Biden e Trump estão em uma corrida apertada, as eleições presidenciais são tipicamente decididas pelos resultados em Estados-chave.

As vitórias de Biden no Arizona, Geórgia, Michigan, Pensilvânia e Wisconsin — todos locais vencidos por Trump em 2016 — foram fundamentais para seu triunfo em 2020. Ele provavelmente terá de manter muitas daquelas vitórias para ser reeleito.

“Previsões mais de um ano antes tendem a ser diferentes um ano depois. Não acredite apenas na gente. A Gallup previu uma derrota por 8 pontos percentuais do presidente Obama, e ele venceu com folga um ano depois”, afirmou o porta-voz da campanha de Biden, Kevin Munoz, em comunicado, referindo-se à vitória do democrata Barack Obama sobre o republicano Mitt Romney em 2012.

Ele acrescentou que a campanha de Biden “está no trabalho duro de alcançar e mobilizar nossa diversa coalizão de eleitores um ano antes de escolher entre nossa agenda vencedora e popular e o extremismo impopular dos republicanos MAGA (em referência ao slogan “Make America Great Again”) de Trump. Venceremos em 2024 com foco e trabalho, não nos preocupando com uma pesquisa”.

Mas a coalizão de Biden aparentemente está se desgastando, de acordo com a pesquisa. Eleitores com menos de 30 anos preferem o presidente, que tem 80, por uma margem de apenas 1 ponto percentual. Sua vantagem sobre eleitores latinos caiu para um dígito, e sua liderança nos centros urbanos é metade daquela gozada por Trump nas regiões rurais.

Os eleitores negros, que são parte importante da demografia da coalizão de Biden, registram agora 22% de apoio a Trump nesses Estados, um nível que, segundo o The New York Times, nunca foi visto em eleições presidenciais para um republicano nos últimos tempos.

A margem de erro em cada Estado na pesquisa de domingo é de 4,4 a 4,8 pontos percentuais, maior do que a vantagem de Trump na Pensilvânia, por exemplo.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

quatro-homens-sao-indiciados-por-roubo-de-privada-de-ouro-em-palacio-ingles

G1 Mundo

Quatro homens são indiciados por roubo de privada de ouro em palácio inglês

Quatro homens foram acusados formalmente na Justiça do Reino Unido nesta segunda-feira (6) pelo roubo ocorrido há dois anos de um vaso sanitário de ouro do artista italiano Maurizio Cattelan no Palácio de Blenheim, um castelo do sul da Inglaterra declarado patrimônio mundial da Unesco. A peça de ouro, de 18 quilates, inclui um assento, o vaso e uma caixa acoplada. Chama-se "America" e está avaliado em 4,8 milhões de […]

today6 de novembro de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%