G1 Mundo

Adolescentes de 16 anos são condenados à prisão perpétua por assassinato de jovem trans com 28 facadas na Inglaterra

today2 de fevereiro de 2024 3

Fundo
share close

O assassinato aconteceu no dia 11 de fevereiro de 2023. A vítima foi atacada com uma faca de caça. Ela morreu com 28 facadas na cabeça, pescoço, tórax e nas costas.

O crime aconteceu em um parque na cidade de Warrington. Brianna, a vítima, foi ludibirada para ir até o local.

Os condenados pelo assassinato são Scarlett Jenkinson e Eddie Ratcliffe. Inicialmente, os dois negaram que tivessem matado a adolescente transgênero e se culparam mutuamente pelo assassinato.



Scarlett Jenkinson e Eddie Ratcliffe, de 16 anos, foram condenados pelo homicídio de uma adolescente trans — Foto: Cheshire Constabulary via AP

Não se sabe qual dos dois (ou ambos) segurou a faca durante o ataque. Nenhum dos dois tinha algum registro de antecedentes criminais.

Durante o julgamento, afirmou-se que os dois são inteligentes e também fascinados com violência, tortura e assassinos em série.

Eles planejaram o assassinato durante semanas, e havia registros escritos do plano em papel e também em mensagens de celular.

Nessas trocas de mensagem eles também discutiram matar outras pessoas. Por isso, inicialmente, a polícia descartou que o motivo do crime foi transfobia.

Brianna Ghey, adolescente trans assassinada na Inglaterra — Foto: Cheshire Police via AP

De acordo com a agência de notícias Associated Press, os dois condenados não demonstraram nenhuma reação ao saberem a sentença.

Eles vão cumprir pelo menos 22 e 20 anos de prisão, respectivamente, e só então terão progressão de pena.

Como os dois têm menos de 18, eles vão começar a cumprir pena em um estabelecimento para menores, e só depois de se tornarem adultos vão para uma prisão.

A juíza do caso, Amanda Yip, afirmou que os dois só serão libertados, no futuro, se for decidido que eles não representam mais um perigo.

Sádicos e motivados pela identidade trans da vítima

A juíza afirmou o seguinte aos dois: “Vocês participaram de um assassinato planejado e brutal, que é sádico por natureza, e a segunda motivação era sua hostilidade contra a Brianna por causa da identidade transgênero dela”.

Scarlett Jenkinson, a adolescente que foi condenada, recebeu uma pena maior porque ela foi claramente a líder, segundo a juíza, e gostou de matar a vítima. A juíza se dirigiu à adolescente e afirmou: “Scarlett, sua motivação foi realizar suas fantasias”.

As identidades dos condenados foram reveladas porque há interesse público no caso.

Número de pessoas que mudaram nome e gênero no documento de identidade bate recorde em 2022

Número de pessoas que mudaram nome e gênero no documento de identidade bate recorde em 2022




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

juiz-absolve-greta-thunberg-de-acusacoes-apos-protesto-em-londres-e-critica-acao-policial

G1 Mundo

Juiz absolve Greta Thunberg de acusações após protesto em Londres e critica ação policial

Um tribunal de Londres retirou, nesta sexta-feira (2), as acusações contra a ativista ambiental Greta Thunberg, acusada de perturbar a ordem pública em uma manifestação contra a indústria dos hidrocarbonetos, em 17 de outubro do ano passado. Thunberg ganhou notoriedade global com suas "greves escolares pelo clima", que começaram quando ela tinha 15 anos, corria o risco de pagar uma multa de até 2.500 libras (R$ 15.651 na cotação atual) […]

today2 de fevereiro de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%