G1 Mundo

Agências de inteligência dos EUA falharam ao minimizar ameaça ao Capitólio, diz relatório do Senado

today27 de junho de 2023 8

Fundo
share close

Um novo relatório detalhando falhas de inteligência que levaram ao ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio dos Estados Unidos aponta que agências governamentais responsáveis por antecipar problemas minimizaram a ameaça, mesmo quando o prédio estava sendo invadido em uma tentativa para impedir a certificação de Joe Biden pelo Congresso como o 46º presidente norte-americano. 

O relatório de 105 páginas, divulgado nesta terça-feira (27) pelos democratas no Comitê de Segurança Interna e Assuntos Governamentais do Senado, disse que a equipe de inteligência do FBI, do Departamento de Segurança Interna (DHS) e outras agências ignoraram os alertas sobre possíveis episódios de violência em dezembro de 2020.

Posteriormente, as entidades se culparam por não terem evitado o ataque que aconteceu em 6 de janeiro, que deixou mais de 140 policiais feridos e causou várias mortes.



Desde então, o governo dos EUA obteve centenas de condenações contra os manifestantes, alguns recebendo longas sentenças de prisão.

Jon Schaffer entre os apoiadores de Donald Trump durante invasão ao Capitólio. — Foto: ROBERTO SCHMIDT / AFP

“Essas agências falharam em soar o alarme e compartilhar informações críticas de inteligência que poderiam ter ajudado as forças de segurança a se prepararem melhor para os eventos” de 6 de janeiro, disse o senador Gary Peters, presidente do comitê que emitiu o relatório intitulado “Planejado à vista de todos: Uma revisão das falhas de inteligência antes de 6 de janeiro de 2021.”

Os republicanos do comitê não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

Um porta-voz do Departamento de Segurança Interna disse em comunicado que, desde o início de 2021, a agência tomou “medidas para aprimorar sua capacidade de coletar e produzir informações sobre ameaças à segurança interna”, protegendo a privacidade e os direitos civis, e que também melhorou o treinamento de pessoal e a supervisão da coleta de atividades de inteligência, segundo a nota.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

turista-entalha-‘ivan-+-hayley-23/6/23’-em-parede-do-coliseu-em-roma-e-pode-ser-preso

G1 Mundo

Turista entalha ‘Ivan + Hayley 23/6/23’ em parede do Coliseu em Roma e pode ser preso

Se for identificado e detido, turista pode ser preso por até 5 anos e pagar multa de R$ 79 mil. Turista vandaliza o Coliseu, em Roma Um turista que visitou o Coliseu, em Roma, usou uma chave para gravar a frase "Ivan + Hayley 23/6/23" em uma parede da construção e, agora, autoridades italianas tentam encontrar o homem para puni-lo. O Coliseu é uma edificação construída entre os anos 70 […]

today27 de junho de 2023 32

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%