G1 Santos

Apaixonada por mecânica, mulher atua com gestão em oficinas e tenta romper preconceitos em área dominada por homens

today8 de março de 2024 1

Fundo
share close

Amanda Medeiros, de 40 anos, é filha de mecânico e cresceu vendo a família trabalhar na área. Desta forma, também se interessou pelo setor e, em 2009, abriu a própria oficina. Apesar de ter conhecimento para atuar consertando automóveis, o que fazia eventualmente, ela sempre focou na parte administrativa e, por isso, largou a oficina em 2014.

Hoje em dia, ela se tornou especialista na gestão financeira para oficinas mecânicas, tem um livro lançado, ministra palestras e presta consultoria para profissionais homens e mulheres de todo o Brasil. Ao g1, Amanda explicou que começou trabalhando a gestão para diversos segmentos, mas decidiu focar em oficinas há pouco mais de três anos.

“Onde eu me encontrei mesmo foi nesse ramo. Sou apaixonada pelo meu trabalho, amo o que eu faço, amo ajudar os donos de oficinas mecânicas a terem mais tranquilidade financeira, tempo para a família e lucro no negócio, porque oficina mecânica realmente é uma área muito lucrativa. O que falta mesmo é esse olhar para a gestão”, ressaltou.



No entanto, para chegar lá, precisou enfrentar o preconceito contra a mulher. “Quando alguém me ouve falando sobre esse tema, acha que isso não é coisa de mulher. Só que eu consigo combater porque eu tenho não só a minha parte técnica de gestão, eu entendo sobre o conserto do carro”, disse.

Um dos episódios mais marcantes na carreira de Amanda foi quando ela ainda tinha a oficina e viu uma fornecedora querer tratar da venda de um equipamento com o irmão dela. “Achava que o meu irmão iria entender mais sobre aquele equipamento, sendo que, na verdade, quem estava resolvendo tudo era eu”.

Apesar dos desafios, Amanda mantém a motivação focada em ajudar as pessoas, inclusive mulheres, a investirem na área. “A gente vê que é um setor muito lucrativo, porque é carro rodando 24 horas”.

Segundo ela, não falta serviço na oficina, o que falta é gestão. “Uma mulher, quando assume esse papel de gestão, até pela característica da mulher, a gente consegue ter muito resultado. Quando ela começa a entender toda a dinâmica, todo o processo, consegue alavancar muito os resultados da oficina”.

O maior sonho de Amanda é levar mais jovens, de ambos sexos, para o setor de mecânica. “É uma área muito lucrativa, porém está escassa de mão de obra. […] Agora é muita tecnologia e essa geração gosta disso. Por ser uma área muito mal falada, porque trabalhavam de uma maneira errada e tudo mais, tem muita gente que ainda tem preconceito. O meu trabalho é realmente trazer esses jovens e eles se capacitarem. Essa é a profissão do futuro”, enfatizou.

Ela também pretende atuar na geração de emprego para que proprietários de oficinas possam ter tempo com a família. “Por trabalhar sozinho, o mecânico corre o risco de ficar doente e ter que fechar as portas”, exemplificou.

Amanda Medeiros se tornou especialista na gestão financeira para oficinas mecânicas. — Foto: Estúdio Morpheu Lyma

O processo de consultoria que Amanda trabalha é personalizado com acompanhamento e certificado do Ministério da Educação (MEC). “O nosso objetivo é realmente que o dono da oficina tenha resultado, porque o resultado dele é o nosso”, explicou, dizendo que atua com um método próprio e on-line baseado em três pilares: gestão financeira, de pátio e de pessoas.

O trabalho focado em mecânica surgiu quando ela fazia consultoria de todos os setores e foi contratada por uma oficina com um caso difícil.

“Essa empresa veio praticamente falida, tinha R$ 50 no caixa, estava devendo e toda desorganizada. Comecei um processo de consultoria, de organização, e comecei a me envolver muito porque fui lembrando dos desafios quando eu tinha oficina. O fato é que a gente conseguiu reverter a situação […]. Foi onde tomei a decisão que iria ficar somente em mecânica”.

De acordo com ela, o segredo para o sucesso de mulheres na área é buscar conhecimento. “Infelizmente, a gente ainda tem muito preconceito, tem a história do machismo e tudo mais. Então, a gente consegue acabar com isso a partir do momento que a gente se posiciona. Quando o homem vê que a gente entende do assunto, ele vai até admirar o nosso trabalho”, finalizou a profissional que acumula mais de 50 mil seguidores nas redes sociais.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

praia-grande-interdita-cerca-de-200-casas-devido-as-fortes-chuvas-que-atingiram-a-cidade

G1 Santos

Praia Grande interdita cerca de 200 casas devido às fortes chuvas que atingiram a cidade

A administração municipal informou, em nota, que as casas afetadas ficam na região do Jardim Alice, no bairro Cidade da Criança. Lá, duas residências foram danificadas após serem atingidas por um carro arrastado pela chuva. Os imóveis interditados ficam no sopé do morro, em área sujeita a deslizamentos. Diante dos riscos, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e a Defesa Civil decidiram interditá-las por precaução. O temporal começou a causar […]

today7 de março de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%