G1 Mundo

Apenas países alinhados a Israel conseguiram tirar cidadãos de Gaza; Brasil tenta entrar na próxima lista

today6 de novembro de 2023 3

Fundo
share close

Diplomatas brasileiros disseram ao blog que receberam a informação de que uma nova lista pode ser divulgada nos próximos dois dias. O Brasil intensificou as negociações para que os mais de 30 brasileiros que querem deixar a Faixa de Gaza recebam essa autorização.

O embaixador do Brasil no Egito, Paulino de Carvalho Neto, afirmou à TV Globo que a expectativa é de que os brasileiros sejam autorizados a atravessar a fronteira para o Egito até esta sexta-feira (2). Veja abaixo:



Embaixador do Brasil no Egito diz que brasileiros devem deixar Gaza em até 2 dias

Embaixador do Brasil no Egito diz que brasileiros devem deixar Gaza em até 2 dias

Segundo esses diplomatas, a primeira lista mostrou a preferência de Israel neste momento – de, primeiro, resgatar os cidadãos de seus aliados no conflito contra o Hamas.

Assim como o Brasil, o restante da América Latina também ficou de fora da lista. O mesmo aconteceu com a África. E dos países árabes, apenas a Jordânia conseguiu tirar cidadãos.

Os Estados Unidos devem ser incluídos no próximo lote. O Brasil já começou a intensificar as tratativas com Israel e Egito para garantir que os brasileiros também deixem a região do conflito.

A primeira lista divulgada nesta quarta incluiu nacionais de Austrália, Áustria, Bulgária, Finlândia, Indonésia, Jordânia, Japão, República Tcheca. Além deles, funcionários da Cruz Vermelha e ONGs.

Os diplomatas brasileiros têm dado total apoio ao grupo de brasileiros que está na Faixa de Gaza e deseja sair da região.

Além de alugar hospedagem para eles no Sul de Gaza, região menos atingida pelo conflito até aqui, o governo tem fornecido alimentos, água e medicamentos até que eles sejam autorizados a deixar o Oriente Médio.

Civis começam a deixar a Faixa de Gaza, mas primeira lista não inclui brasileiros

Civis começam a deixar a Faixa de Gaza, mas primeira lista não inclui brasileiros

Estrangeiros começam a deixar Gaza

Estrangeiros começaram a deixar a Faixa de Gaza nesta quarta-feira (1º) pela primeira vez, desde o início do conflito entre Israel e o Hamas. Eles foram autorizados a sair do território após um acordo mediado pelo Catar com Israel, Egito e o Hamas.

As saídas acontecem pela passagem de Rafah, na fronteira com o Egito, única por terra em Gaza que não leva a Israel e que ficou fechada durante todo o conflito.

Não há, ainda, informações sobre por quanto tempo a passagem ficará aberta, tampouco se todos os estrangeiros autorizados irão atravessar o corredor em um único comboio nesta quarta.

A passagem de Rafah é a única fronteira por terra em Gaza que não leva a Israel. Raramente aberta pelo governo do Egito para passagem de civis, o local era utilizado por governos e instituições para envio de suprimentos para o território palestino.

Desde o início do conflito, o governo de Cairo bloqueou qualquer tentativa de passagem pela região.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

quem-e-craig-mokhiber,-diretor-da-onu-em-ny-que-renunciou-ao-cargo

G1 Mundo

Quem é Craig Mokhiber, diretor da ONU em NY que renunciou ao cargo

Craig Mokhiber, diretor do escritório de Nova York do Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos (ACNUDH) deixou o cargo nesta terça-feira (31). Em uma carta, ele disse que Gaza é um caso clássico de genocídio. "Mais uma vez estamos vendo um genocídio acontecer na frente dos nossos olhos, e a Organização a que servimos parece impotente para interromper", escreveu Mokhiber ao alto comissário da ONU em Genebra, Volker Turk. […]

today6 de novembro de 2023 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%