G1 Santos

Após forte ressaca, mergulhadores irão verificar a integridade dos geobags, que evitaram maiores estragos na orla de Santos

today13 de setembro de 2022 16

Fundo
share close

Mar invadiu a avenida próxima ao Aquário Municipal, destruindo a calçada e afetando outros trechos.

Prefeitura de Santos isolou com tapume e cerquite as áreas afetadas pela ressaca — Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Santos



A forte ressaca que ocorreu no último final de semana provocou danos na orla da praia de Santos, no litoral de São Paulo. A prefeitura interditou o local para apurar quais os reparos necessários. Segundo a administração, os geobags – barreira submersa feita com sacos de areia – impediram que mais estragos acontecessem e elas irão passar por uma avaliação nos próximos dias.

A ressaca deixou calçadas repletas de fissuras e canoas havaianas danificadas. A água do mar também entrou em prédios próximos à orla. A Prefeitura de Santos interditou os locais afetados para apurar quais os reparos serão necessários.

A calçada junto à praia, próxima ao Aquário Municipal, que cedeu com a ressaca, continua interditada e sinalizada. Também foram afetados os trechos da Avenida Saldanha da Gama em frente ao Clube Estrela de Ouro e ao terreno do Senai.

De acordo com a administração municipal, foram instalados 250 metros de tela de segurança e nesta terça-feira (13) deverá ser concluída a fixação de 30 metros de tapume. Ao todo, segundo a prefeitura, 20 funcionários foram deslocados para isolar os trechos que sofreram afundamento do solo.

Trecho destruídas pelas fortes ondas foram interditados pela prefeitura de Santos — Foto: Divulgaação/Prefeitura Municipal de Santos

Os geobags, barreira submersa de 275 metros e com 49 sacos de geotêxtil em formato de ‘L’, estão instalados em linha reta em frente à praia, a partir da mureta na altura da Rua Afonso Celso de Paula Lima.

Os bags, segundo a prefeitura, tem a função de diminuir a força das ondas. Já a estrutura instalada paralela à praia, de 245 metros de extensão, tem o objetivo de ajudar a armazenar areia.

Áreas destruídas por ressaca com ondas de até 2 metros são isoladas em Santos; geobags impedem mais estragos — Foto: Doug Fernande/Prefeitura Municipal de Santos

A administração municipal aponta que a barreira evitou que acontecessem estragos nos trechos de calçadas protegidos pela estrutura, durante a ressaca na madrugada do domingo (11). Essa foi a avaliação da Semam após reunião com representantes da Universidade de Campinas (Unicamp), Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Seserp) e a Secretaria de Assuntos Portuários e Projetos Especiais (Seport) de Santos.

Segundo a prefeitura, a constatação foi feita a partir de imagens de satélite, inspeções locais e dados de monitoramento científico.

“A região protegida pelos geobags teve menor impacto nas calçadas, então isso confirma um fator positivo do projeto. Agora, faremos uma inspeção com mergulhadores para verificar a integridade dos geobags em toda a extensão, o que deverá ocorrer nos próximos dias”, explicou a prefeitura, em nota.

Geobags têm a função de diminuir a força das ondas, impedindo estragos causados pelas ressacas — Foto: Francisco Arrais/Prefeitura Municipal de Santos

Força da maré atingiu e destruiu parte da calçada da Ponta da Praia em Santos — Foto: Arminda Augusto

Ressaca destruiu a calçada da orla da Ponta da Praia em Santos — Foto: Matheus Croce/g1 Santos

Raízes dos coqueiros ficaram à mostra após a ressaca que atingiu a praia de Santos — Foto: Arminda Augusto

Canoas foram destruídas pela ressaca do mar que atingiu a Ponta da Praia em Santos — Foto: Matheus Croce/g1 Santos

Ressaca com ondas de cerca de 2 metros destrói calçada e causa diversos danos na orla da Ponta da Praia em Santos — Foto: Matheus Croce/g1 Santos

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

pandemia-acentua-necessidade-de-portos-brasileiros-olharem-para-o-futuro

G1 Santos

Pandemia acentua necessidade de portos brasileiros olharem para o futuro

Coordenador da ABPA falou sobre o assunto durante o primeiro painel do Summit Portos 2022 O Brasil carece de grandes investimentos em infraestrutura para alcançar desenvolvimento competitivo e sustentável, principalmente após o surgimento da pandemia da Covid-19. É urgente alavancar a eficiência do setor portuário para colaborar com a melhoria do ambiente de negócios no país, reduzindo os custos das transações comerciais e gerando empregos e renda. Esta necessidade foi […]

today13 de setembro de 2022 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%