G1 Mundo

‘As crianças são o nosso futuro’: soldados ucranianos congelam esperma em meio à guerra com a Rússia

today21 de fevereiro de 2023 17

Fundo
share close

Ciente de que poderia morrer a qualquer momento, o jovem de 29 anos decidiu tentar a criopreservação — o processo de congelamento de esperma ou óvulos que alguns de seus colegas estão recorrendo ao enfrentar a possibilidade de nunca mais voltar para casa.

“Não é assustador morrer, mas é assustador quando você não deixa ninguém para trás”, disse Khroniuk, que rapidamente se juntou ao esforço de guerra, sem pensar em seu futuro, quando a Rússia invadiu a Ucrânia em fevereiro de 2022.

Durante um recesso em janeiro, ele e sua parceira foram a uma clínica particular em Kiev, Ivmed, que está dispensando o custo de US$ 55 (R$ 290) de criopreservação para soldados. A clínica já teve cerca de 100 militares congelando esperma desde a invasão, diz sua médica-chefe, Halyna Strelko. Atualmente, os serviços de concepção assistida para engravidar custam de US$ 800 (R$ 4.175) a US$ 3.500 (R$ 18.260).



“Não sabemos mais como ajudar. Só podemos fazer filhos ou ajudar a criá-los. Não temos armas, não podemos lutar, mas o que fazemos também é importante”, disse Strelko, cuja clínica teve que fechar durante os primeiros meses da guerra quando Kiev estava sob ataque, mas reabriu depois que os militares russos se retiraram da área.

Quando Khroniuk disse a sua parceira, Anna Sokurenko, 24, o que ele queria fazer, ela inicialmente não tinha certeza.

“Foi muito doloroso perceber que existe a possibilidade de ele não voltar”, disse Sokurenko, acrescentando que levou uma noite de reflexão para concordar.

Ela e Khroniuk falaram com a Associated Press enquanto estavam sentados na clínica, onde pôsteres de bebês sorridentes, incluindo um que dizia: “Seu futuro está protegido com segurança”, estão pendurados no corredor. O laboratório da clínica tem sua própria fonte de energia reserva que entra em ação durante as frequentes interrupções causadas por ataques de mísseis da Rússia que danificam a infraestrutura elétrica.

A Dra. Strelko, que está no ramo de fertilidade desde 1998, disse que o serviço que está oferecendo aos soldados é particularmente importante agora, apontando para “uma parte muito agressiva desta guerra com perdas massivas”.

As forças russas têm impulsionado seu avanço na cidade de Bakhmut, no leste, com bombardeios e ataques pesados ​​que, acredita-se, produziram perdas massivas de tropas para a Ucrânia e a Rússia. Nenhum dos lados está divulgando o número de baixas.

Sokurenko e Khroniuk se casaram alguns dias depois de sua visita à clínica, e agora ele está lutando na região de Chernihiv, perto da fronteira. Ela acredita que a possibilidade de ter um filho, mesmo depois que um parceiro é morto na guerra, pode amenizar a profunda dor da perda.

“Acho que é uma oportunidade muito importante no futuro se uma mulher perder o seu ente querido”, afirmou. “Entendo que seria difícil se recuperar disso, mas daria sentido para continuar a lutar, para continuar vivendo.”

Um médico mostra uma amostra de esperma em um tubo armazenado em nitrogênio líquido na clínica de fertilidade Ivmed em Kiev, Ucrânia, terça-feira, 31 de janeiro de 2023. — Foto: AP Photo/Roman Hrytsyna

“As crianças são o nosso futuro”

Nataliia Kyrkach-Antonenko, 37, engravidou enquanto visitava o marido em uma cidade da linha de frente alguns meses antes de ele ser morto em batalha. Antes de morrer, seu marido, Vitalii, voltou para casa para um recesso curto e pôde ver o ultrassom da filha ainda não nascida. Ele também visitou uma clínica de fertilidade para congelar seu esperma.

Kyrkach-Antonenko espera eventualmente ter outro filho usando esse esperma. Ela disse que poder ter os filhos de seu falecido marido “é um apoio incrível”.

“Nós nos amamos incrivelmente por 18 anos”, afirmou. Ela também vê a criopreservação como uma luta pelo futuro do país.

“Seus pais fizeram todo o possível para que esse futuro acontecesse. Agora é a nossa vez, como mulheres, de lutar também pelo futuro da Ucrânia, criando pessoas com dignidade. Pessoas que podem continuar a mudar o país para melhor”, disse Kyrkach-Antonenko.

Outro casal que foi à clínica Ivmed em dezembro, Oles e Iryna, pediu que apenas seus primeiros nomes fossem usados ​​por questões de privacidade.

Oles está na região de Donetsk, onde algumas cidades foram destruídas em batalhas nos últimos meses. Ele vê a criopreservação como uma garantia.

Iryna passa as noites sozinha em seu apartamento nos arredores de Kiev, oscilando entre a ansiedade por seu marido enquanto ele luta na parte mais intensa e mortal da linha de frente oriental e as inúmeras visitas à clínica onde ela está tentando engravidar.

“Sim, é uma vida difícil, com preocupações, bombardeios, com ansiedade constante pelos familiares. Mas, ao mesmo tempo, é o que é”, afirmou. “É melhor ser mãe agora do que adiar até quando você não puder mais ter filhos.”

“A família é o que vai manter nosso país e as crianças são o nosso futuro”, disse Iryna . “Nós lutamos por eles.”

Iryna olha para um retrato de família dela e de seu marido que está lutando no exército ucraniano na linha de frente na vila de Kotsiubynske, perto de Kiev, Ucrânia, terça-feira, 31 de janeiro de 2023. — Foto: AP Photo/Roman Hrytsyna




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

criminoso-assalta-loja-infantil,-ameaca-vendedora-com-faca-e-e-preso-apos-ser-‘dedurado’-pelo-celular-do-comercio

G1 Santos

Criminoso assalta loja infantil, ameaça vendedora com faca e é preso após ser ‘dedurado’ pelo celular do comércio

Um homem, de 31 anos, foi preso após roubar um loja de roupas infantis e ameaçar uma funcionária com uma faca, em Bertioga, no litoral de São Paulo. Antes de sair do local, ele trancou a mulher na parte dos fundos do comércio. O criminoso levou dois aparelhos celulares avaliados em R$ 6mil e algo em torno de R$ 650 que estavam no caixa do estabelecimento. Segundo a polícia, no […]

today21 de fevereiro de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%