G1 Mundo

Ataque de drones russos fabricados no Irã deixa três mortos e atinge escola perto de Kiev; veja imagem

today22 de março de 2023 9

Fundo
share close

Segundo a pasta, outras duas pessoas ficaram feridas e outra foi resgatada do edifício, na cidade de Rzhyshchiv, a 80 km ao sul de Kiev. O governo diz ainda que quatro pessoas estão presas sob escombros da parte superior do prédio, que foi atingida.

O ataque, feito por quatro drones, também destruiu parcialmente duas residências de estudantes do Ensino Médio e um edifício com salas de aula, ainda segundo o Ministério.

Os drones utilizados no bombardeio eram de fabricação iraniana Shahed-136/131, de acordo com a Força Aérea da Ucrânia, que disse ter conseguido interceptar e abater outros 16 equipamentos similares. No total, as tropas russas enviaram 21 drones à região de Kiev, que decolaram da região russa de Briansk, ao norte da Ucrânia, ainda segundo Kiev.



O Irã tem sido acusado pelo Ocidente de fornecer drones para as Forças Armadas russas. O governo iraniano nega.

A administração militar da região de Kiev acusou a Rússia de atacar um “endereço civil” – desde o início da guerra, o Kremlin insiste que bombardeia apenas alvos militares ou de infraestrutura da Ucrânia.

Bombeiros tenta chegar a topo de edifício atingido por bombardeio russo nos arredores de Kiev, em 22 de março de 2023. — Foto: Serviço de Emergência da Ucrânia via AP

Bombeiros tentam encontrar vítimas sob escombros de prédio atingido por ataque russo nos arredores de Kiev, em 22 de março de 2023. — Foto: Serviço de Emergência da Ucrânia via AP

Também nesta quarta-feira, a Marinha da Rússia anunciou que impediu um ataque com drones contra o porto de Sebastopol, na península da Crimeia, anexada por Moscou.

“A Frota do Mar Negro impediu um ataque de drones contra Sebastopol”, declarou o governador da cidade designado por Moscou, Mikhaiil Razvojayev.

O ataque aconteceu menos de uma semana após a visita do presidente russo Vladimir Putin a esta península, anexada em 2014.

Razvojayev afirmou que a operação não provocou vítimas ou danos nos navios, mas que as explosões quebraram algumas janelas de edifícios próximos.

“A situação está sob controle”, disse.

Na terça-feira, a Ucrânia anunciou a destruição de mísseis de cruzeiro russos em uma explosão na Crimeia, mas não assumiu a responsabilidade pela ação.

Mandado de prisão a Putin

Moscou já vinha sendo acusada por organizações não-governamentais, por Kiev e até por uma investigação da Organização das Nações Unidas (ONU) de sequestrar crianças em regiões ucranianas tomadas pelo Exército do país e de levá-las para centros de “reeducação” em território russo. O próprio Kremlin já admitiu o envio dos jovens ucranianos à Rússia, mas alega tratar-se de órfãos.

1 ano de guerra na Ucrânia: entenda as 4 fases do conflito

1 ano de guerra na Ucrânia: entenda as 4 fases do conflito

Kiev, por outro lado, tem se apoiado no envio de armas e equipamentos militares por países do Ocidente, com os tanques alemães Leopard 2, para conseguir expulsar as tropas russas, que controlam atualmente cerca de 20% do território ucraniano, quase todos no leste do país.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

presidente-chines-deixa-moscou-apos-reuniao-com-putin

G1 Mundo

Presidente chinês deixa Moscou após reunião com Putin

A visita de Xi a Moscou foi interpretada como um apoio a Putin. Durante a visita, Putin e Xi destacaram uma "nova era" na relação entre os países e discutiram as propostas de Pequim para encerrar o conflito na Ucrânia. O presidente russo Vladimir Putin aperta a mão do presidente chinês Xi Jinping durante uma reunião no Kremlin, em Moscou, no dia 20 de março de 2023. — Foto: Sputnik/Sergei […]

today22 de março de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%