Prefeitura de Guarujá

Através das terapias, Casa do Educador de Guarujá devolve a autoestima de seus usuários

today2 de agosto de 2022 17

Fundo
share close

A assistente administrativa da Prefeitura, voltou a sorrir e a retirar a máscara de proteção após as aulas de bio dança

Se alguns estavam ansiosos para tirar a máscara de proteção facial contra a Covid-19 mesmo que por instantes, outros nem tanto. É o caso da assistente administrativa da Prefeitura de Guarujá, Thabata Guerreiro Nascimento de Moraes, 29 anos. Ao chegar pela primeira vez na Casa do Educador (Centro) para iniciar uma modalidade, a servidora não conseguia tirar a proteção por um segundo. Não somente pelos cuidados devido à pandemia, mas principalmente, por medo, insegurança e muita vergonha.

Mas foi através das aulas de bio dança, que Thabata começou a mostrar o seu sorriso e recuperando sua autoestima. Aos poucos, está vencendo a timidez, a introspecção e, principalmente, uma depressão da qual prefere não contar. “A partir daí fui me abrindo e me soltando aos poucos. Foi libertador”.

Com histórico de ansiedade, a funcionária conta que antes de ingressar na Casa do Educador tinha várias crises de choro. “Demorei muito para tirar a máscara, mesmo que por segundos. Primeiro porque a pandemia ainda não acabou, e também porque ainda não me sentia à vontade”. A aula de bio dança é ministrada pela professora Thelma Lopes. “A Thabata chegou muda. E ao iniciar a modalidade percebi que ela tinha flexibilidade e muita vontade para fazer os exercícios”, contou.

Quem também já percebe melhora em sua saúde, após as terapias, é a inspetora de alunos da rede municipal de ensino, Danielle da Silva Paes, 30 anos. Ela que atua na Escola Municipal Franklin Delano Roosevelt e, no momento, faz florais de bah (tratamento de emoções antigas; ajuda no desenvolvimento de atividades) na Casa do Educador.



Procurou pelo espaço para tratar a ansiedade e o esforço repetitivo causado por seu emprego anterior. “Fui merendeira em outro município e passei a ter muitas dores no braço”. Há três anos como inspetora, Danielle já realizou outras terapias, como por exemplo: auriculoterapia, cromoterapia, ozonioterapia e ioga. Hoje, recomenda a utilização do espaço pelos demais servidores. “Na Casa do Educador me sinto tranquila, muito bem. Quando chego não tenho vontade de sair”.

De acordo com a gerente da Casa do Educador, Jéssica Ângelo, o trabalho do espaço é uma referência para vários municípios. “Temos uma procura de 1.500 pessoas ao mês, que querem fazer as terapias. Somos bastante solicitados também por terapeutas interessados em ministrar os atendimentos na Casa e parcerias. Muita gente não acredita que esse é um espaço público”.

Espaço tem novas terapias neste semestre

No último dia 25, a Casa retomou o atendimento com cinco novas terapias complementares. São elas: a radiestesia (técnica que mede e detecta campos energéticos através de instrumentos); cone chinês (terapia que visa a desobstrução de ouvidos, nariz e garganta, limpa cera do ouvido, melhora a labirintite, zumbido no ouvido, sinusite e outras enfermidades); bambuterapia; massoterapia em geral; e reflexologia palmar.

A Casa do Educador conta com reflexologia, homeopatia, ventosa, biorressonância quântica e sistêmica, hipnose, acompanhamento psicológico, reike, florais, shiatsu, acupuntura, programação neurolinguística (PNL), barra de access, naturopatia, drenagem linfática, constelação familiar, cartas associativas e tratamentos aos funcionários que contraíram a covid-19 como fisioterapia, ozonioterapia, técnica de liberação emocional (EFT) e auriculoterapia específicos. Os atendimentos de florais de bah, aulas de bio dança, pilates de solo, funcional, alongamento e os cursos de automaquiagem retornam agora em agosto.

Vinculada à Secretaria de Educação (Seduc), a Casa do Educador disponibiliza atendimento aos profissionais da rede municipal de ensino, trabalhadores da saúde e da Guarda Civil Municipal (GCM). Servidores lotados em outras secretarias, como é o caso de Thabata, também podem ser atendidos, mas precisam passar por avaliação do espaço.

Serviço – Para ter acesso às terapias, o servidor precisa fazer o agendamento através do whastapp: (13) 3386-4378, das 8 às 16 horas. Outras informações através das redes sociais: @casa.doeducadoroficial (Instagram) e casa.doeducadoroficial (facebook). A Casa do Educador fica na Avenida Leomil, 164, no Centro e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 21 horas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Tadeu

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

“voce-apenas-ora”,-diz-mae-que-entregou-filho-que-planejava-atentado

Gospel Prime

“Você apenas ora”, diz mãe que entregou filho que planejava atentado

Uma mãe entregou o próprio filho à polícia, depois de saber que ele planejava uma matança. Diante disso ela disse: “Apenas ore”. De acordo com GOD TV, Nichole Shubert teve uma péssima experiência no ano de 2019. Isso aconteceu quando ela leu o diário de seu filho, e descobriu que ele faria uma matança e que começaria pela mãe e depois com os colegas de colégio. “Foi muito descritivo. Foi […]

today2 de agosto de 2022 22

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%