G1 Santos

Atriz brasileira realiza sonho e estreia em filme nos EUA

today3 de abril de 2023 9

Fundo
share close

A brasileira Valéria Silva, de 31 anos, vai realizar um sonho e estrear como atriz internacional em um filme no HBO Max interpretando uma advogada. Nascida em Santos, no litoral de São Paulo, onde começou a estudar teatro aos 13, ela contou ao g1 ter se mudado para os Estados Unidos aos 21, quando conseguiu uma bolsa na New York Film Academy para cursar cinema e televisão em Los Angeles, na Califórnia.

“Eu desde pequena gostei de inventar histórias na minha cabeça, imaginar situações e sempre tive disposição para a arte. O teatro veio para me mostrar essa criação natural desde os 13 anos”, disse a agora atriz internacional, que vau atuar no longa ‘O Faixa Preta: A Verdadeira História de Fernando Tererê’. (Saiba mais ao final)

Valéria contou que a oportunidade de ir para os Estados Unidos surgiu de forma repentina, quando ainda estudava teatro na Escola de Artes Cênicas de Santos (EACS ).



“Vi uma oportunidade na internet de estudar fora. Para isso, eu precisava fazer um teste e apresentar dois monólogos em inglês [textos interpretados de maneira solo]. Se aprovada, eu teria que fazer ao vivo [transmitido em tempo real] para o representante da New York Film Academy”, lembrou.

Valéria começou a fazer sessões específicas com uma professora de teatro para melhorar o desempenho, a fim de garantir a oportunidade. “Fiz o teste em São Paulo pois o representante da faculdade de Los Angeles estava no Brasil fazendo essa seleção. Fui aprovada ali mesmo, logo após meus monólogos, e ganhei uma bolsa de estudos”, contou.

No ano seguinte, a santista partiu para Los Angeles. “A adaptação foi tranquila pois na minha classe a maioria dos alunos eram internacionais, e é muito difícil não se acostumar com o que é bom”, disse.

Cena do filme O Faixa Preta, em que a atriz interpreta uma advogada latina — Foto: Arquivo Pessoal

Valéria contou sempre ter sonhado ser atriz e, pelo fato de os pais terem a colocado nas aulas de inglês desde jovem, o objetivo desde nova já era deixar o Brasil e buscar a carreira internacional.

“Queria sair do país e conhecer os Estados Unidos. Eu sabia que não seria fácil chegar no sucesso, mas graças a Deus e, depois de muitos anos de luta e estudos, eu estou conseguindo”, contou.

A atriz disse que a oportunidade de participar do filme surgiu através de uma indicação de uma das produtoras do longa metragem. Valéria interpreta uma advogada latina, Louise Mc Cullen, que enfrenta o Tererê, personagem principal, em uma cena emocionante no tribunal de justiça.

“A personagem faz de tudo para colocá- lo na prisão. Minha participação foi algo muito abençoado. A minha cena não existia e foi adicionada para dar mais dinâmica ao filme”.

Ela contou que o mais gratificante foi contracenar com uma das melhores amigas dela. “Nós já fizemos muitos projetos e estarmos juntas em um filme da HBO foi uma honra. O filme está lindo. Choramos muito quando assistimos”, disse.

Baseado em fatos reais, o filme narra a fantástica história de superação de um atleta. A produção conta como o pentacampeão mundial de Jiu-jitsu Tererê venceu quase todas as lutas que enfrentou nos tatames, mas foi longe deles que sofreu sua maior derrota, com problemas psicológicos e as drogas.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

yunupingu,-lider-indigena-australiano-‘tesouro-nacional’,-morre-aos-74-anos

G1 Mundo

Yunupingu, líder indígena australiano ‘tesouro nacional’, morre aos 74 anos

Yunupingu, um dos líderes indígenas mais influentes da Austrália, morreu aos 74 anos, disse sua família na segunda-feira (3), meses antes de um referendo sobre o reconhecimento da comunidade pela primeira vez na constituição do país. As informações são da agência de notícias Reuters. Yunupingu era mais conhecido como um ativista dos direitos à terra, que esteve envolvido no reconhecimento de documentos tradicionais de propriedade pela primeira vez pelo parlamento […]

today3 de abril de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%