G1 Mundo

Avião militar com prisioneiros ucranianos cai na Rússia, e 74 morrem; VÍDEO mostra momento da queda

today24 de janeiro de 2024 5

Fundo
share close

Um avião militar russo com 74 pessoas, entre eles 65 prisioneiros ucranianos, caiu nesta quarta-feira (24) em Belgorod, cidade russa perto da fronteira com a Ucrânia, segundo o Ministério da Defesa russo.

O ministério acusou a Ucrânia de ter derrubado a aeronave e chamou a queda de um “ato de barbárie e terrorismo”. A agência de notícias RIA, citando a pasta da Defesa, disse que radares da Rússia detectaram o lançamento de dois mísseis ucranianos.

Kiev ainda não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem.



Ao cair, o avião explodiu, e todos a bordo morreram, segundo o governador de Belgorod, Vyacheslav Gladkov. Além dos 65 ucranianos, a aeronave levava também seis membros da tripulação e outras três pessoas, que não haviam sido identificadas até a última atualização desta reportagem.

O Ministério da Defesa russo afirmou ainda que os ucranianos que estavam no avião seriam levados para a fronteira entre os dois países para uma troca de prisioneiros com russos detidos na Ucrânia (leia mais abaixo).

Um vídeo de um morador registrou o momento da queda (veja vídeo acima). Nas imagens, é possível ver o avião em queda, seguido de uma explosão. Na sequência, o vídeo capta uma pequena nuvem de fumaça no ar.

Um especialista em aviação afirmou à rede britânica BBC que a nuvem de fumaça registrada é compatível com a produzida por mísseis após sua explosão. Em sessão no Parlamento russo, em Moscou, o deputado Andrei Kartapolov, ex-general da Forças Armadas russa, afirmou que a aeronave foi derrubada por mísseis.

Segundo a imprensa russa, um segundo avião também levando ucranianos para a mesma troca de passageiros, mas a aeronave conseguiu desviar da rota e segui voo.

O avião caiu por volta das 11h no horário local (05h no horário de Brasília) em uma área residencial do distrito de Korochansky, a nordeste da cidade de Belgorod, ainda segundo o governador de Belgorod. O governador não afirmou se casas ou moradores foram atingidos com a queda.

O avião é do modelo Ilyushin Il-76, designado para o transporte militar de tropas, carga, equipamentos militares e armamentos. Tem uma tripulação de cinco pessoas e pode transportar até 90 passageiros.

Avião militar com prisioneiros ucranianos cai na Rússia, e 74 morrem. A aeronave levava 65 prisioneiros ucranianos. — Foto: Reprodução/Reuters

Ucranianos que ficaram presos pelo exército russo ao serem libertados, em 3 de janeiro de 2023 — Foto: Divulgação/Exército da Ucrânia/Via Reuters

Após meses de impasses no campo diplomático e no front de batalha, Ucrânia e Rússia voltaram, em janeiro, a fazer troca de prisioneiros de guerra.

Rússia faz ataque massivo a várias regiões da Ucrânia

Rússia faz ataque massivo a várias regiões da Ucrânia

O conflito entre a Ucrânia e a Rússia desde que Moscou invadiu o país vizinho, há quase dois anos, vive um momento escalada recente de bombardeios russos na Ucrânia, contrastando com o cenário da guerra no país ao longo de 2023, com ações mais concentradas nas frentes de batalha.

Desde o fim de dezembro, tropas russas têm bombardeado alvos civis em grandes cidades da Ucrânia , segundo autoridades ucranianas. Em 29 de dezembro, Moscou fez um dos maiores ataques coordenados à Ucrânia, atingindo alvos civis como uma maternidade e deixando 30 mortos, segundo Kiev.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

satelite-indica-que-coreia-do-norte-demoliu-monumento-que-simbolizava-uniao-com-a-coreia-do-sul

G1 Mundo

Satélite indica que Coreia do Norte demoliu monumento que simbolizava união com a Coreia do Sul

O "Monumento às Três Cartas para a Reunificação Nacional", também conhecido como "Arco da Reunificação", foi concluído no início dos anos 2000 após um encontro histórico entre as duas Coreias. O arco tinha 30 metros de altura e simbolizava a autossuficiência, a paz e a cooperação nacional, segundo registros do governo sul-coreano. O monumento tinha duas mulheres, que seguravam juntas o mapa da Península da Coreia. De acordo com a […]

today24 de janeiro de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%