G1 Santos

Baixada em Pauta #86: Casos de violência contra as mulheres nos noticiários revela o que estava nas sombras; saiba como reagir

today8 de julho de 2022 24

Fundo
share close

Especialista em segurança e oficial R2 do Exército, Vinicius Vaz, conta que os crimes sempre aconteceram, mas as vítimas ganharam voz com as redes sociais. As ocorrências, porém, não devem ficar restritas ao ambiente virtual para que sejam combatidas.

Você pode ouvir Baixada em Pauta no g1, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, no Hello You ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o Baixada em Pauta, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.

Tem se tornado cada vez mais comum ver casos de agressões, estupros e ameaças contra mulheres em noticiários. No último mês, por exemplo, entre a Baixada Santista e Vale do Ribeira, ganharam as manchetes o caso da procuradora-geral brutalmente espancada pelo colega de trabalho, outro de uma mulher encontrada morta em área de mangue, o de uma adolescente de 16 anos estuprada pelo pai ao longo de 11 anos, e outro caso de uma jovem, de 14, que teve um filho após um caso de estupro.



De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, entre abril e maio, houve um aumento de 36,9% nas ocorrências de estupro, e estes incluem estupro de vulnerável, que são menores de 14 anos, pessoas com enfermidades ou deficiência mental.

Embora a secretaria não detalhe por região os casos de feminicídio, os números de homicídio doloso [em que há a intenção de matar], lesão corporal dolosa e ameaça, são alarmantes. Em maio, mês do último levantamento, foram 12 feminicídios no estado, 33 homicídios dolosos, 3.890 lesões corporais dolosas e 4.834 ameaças registradas.

Para falar sobre esse assunto, recebemos no Baixada em Pauta o especialista em segurança e oficial R2 do Exército, Vinicius Vaz. Ele conta que os crimes sempre aconteceram, mas as vítimas ganharam voz com as redes sociais.

Violência contra a mulher — Foto: LoloStock via Adobe Stock

O podcast Baixada em Pauta é editado por Aldemar Gonçalves. Apresentação: Matheus Müller.

Matheus Müller apresenta o podcast Baixada em Pauta — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde a gente quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio, a gente acha na internet. De graça.

Dá para escutar num site, numa plataforma de música ou num aplicativo só de podcast no celular, para ir ouvindo quando a gente preferir: no trânsito, lavando louça, na praia, na academia…

Os podcasts podem ser temáticos, contar uma história única, trazer debates ou simplesmente conversas sobre os mais diversos assuntos. É possível ouvir episódios avulsos ou assinar um podcast – de graça – e, assim, ser avisado sempre que um novo episódio for publicado.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

prefeitura-forma-36-funcionarios em-curso-basico-de-libras

Prefeitura de Guarujá

Prefeitura forma 36 funcionários em curso básico de Libras

Graduação aconteceu na última terça-feira (5), na Escola Municipal Presidente Franklin Delano Roosevelt, e visa melhorar o atendimento ao cidadão deficiente auditivo nas repartições públicas A Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria de Educação (Seduc) formou 36 funcionários das secretarias municipais, em um curso básico da Língua Brasileira de Sinais (Libras). O evento aconteceu no último dia 5, na Escola Municipal Presidente Franklin Delano Roosevelt (Jardim Boa Esperança), que […]

today8 de julho de 2022 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%