G1 Santos

Bebê fica com o rosto ferido após carrinho prender em buraco no litoral de SP: ‘era sangue sem fim’

today6 de abril de 2024 1

Fundo
share close

Mariana explicou à equipe de reportagem que passa pela calçada da Avenida Senador Dantas, no bairro Macuco, diariamente para buscar a filha, de 12 anos, na escola. Na última quarta-feira (3), por volta das 17h30, a mãe foi surpreendida por um buraco.

De acordo com ela, a roda do carrinho entrou na calçada e tombou para frente. Ravi, que estava preso ao cinto de segurança, bateu o rosto no chão. A auxiliar quase caiu em cima do filho, mas conseguiu se segurar e, em seguida, levantar o menino rapidamente.

“Foi desesperador […] Em questão de um segundo, ele estava todo ensanguentado e eu também. Na hora, eu comecei a colocar a mão para tentar limpar o sangue, só que era sangue sem fim”, explicou Mariana.



O menino teve ferimentos no nariz, boca e queixo. Apesar do excesso de sangue, Mariana explicou que eram escoriações leves e, por este motivo, não precisou ser levá-lo ao hospital. Ela acrescentou que os machucados no rosto de Ravi já estão cicatrizando.

Mariana teve ajuda de comerciantes, que não foram identificados, de um estabelecimento próximo ao local do acidente. Eles deram água para acalmar Ravi, que não parava de chorar, e papel para estacar o sangue do rosto dele.

A auxiliar afirmou ao g1 que pretende registrar um boletim de ocorrência contra a administração municipal. “Eu entendo que o dono do imóvel tem que estar com a manutenção da calçada em dia. Porém, falta a fiscalização da prefeitura para isso”, disse ela.

Em nota, a Prefeitura de Santos explicou que a fiscalização irá até o local para apurar a situação da calçada. Se for constatado que a responsabilidade é do imóvel, o proprietário será intimado para realizar o reparo em um prazo de 30 dias, a partir da publicação no Diário Oficial, sob pena de multa.

Caso o buraco tenha sido causado por uma empresa após serviços no local, a concessionária será acionada para o conserto. Já se foi provocado por árvores, estiver na esquina com rampa de acessibilidade, ou em ponto de ônibus, o reparo deve ser feito pelas equipes de zeladoria da cidade.

A administração municipal destacou que a população pode denunciar calçadas que precisam ser reparada pelos canais da Ouvidoria, Transparência e Controle por meio do telefone 162 ou por este site.

O g1 tentou contato com o proprietário do imóvel, mas não o localizou até a última atualização desta reportagem.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

jovem-com-transtorno-mental-e-resgatado-apos-quase-se-afogar-nadando-em-area-restrita-de-rio

G1 Santos

Jovem com transtorno mental é resgatado após quase se afogar nadando em área restrita de rio

Caso aconteceu em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, o rapaz de 23 anos foi levado a um pronto-socorro da cidade. Jovem com transtorno mental é salvo de afogamento após nadar em área restrita de rio em Praia Grande, SP — Foto: Divulgação/PMPG Um jovem com transtorno mental foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros após quase se afogar nadando no Portinho em Praia Grande, […]

today6 de abril de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%