G1 Mundo

Belarus em alerta máximo após ‘quatro aviões abatidos’ sobre a Rússia, diz presidente

today15 de maio de 2023 10

Fundo
share close

O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, afirmou nesta segunda-feira (15) que quatro aeronaves militares foram abatidas sobre a Rússia na semana passada, perto das fronteiras com a Ucrânia e Belarus. Ele disse que o país dele reagiu colocando suas forças armadas em alerta máximo.

A Ucrânia se prepara para uma contra-ofensiva contra as forças invasoras da Rússia.

O veículo de notícias russo Kommersant noticiou no sábado que um grupo de ataque russo composto por um caça-bombardeiro Su-34, um caça Su-35 e dois helicópteros Mi-8 foi abatido em uma emboscada perto de Klintsy, na região russa de Bryansk.



O  Kommersant disse ainda que o grupo iria atacar alvos na região de Chernihiv, na Ucrânia, diretamente ao longo da fronteira.  

Ele disse que eles foram devido a alvos de ataque no Chernihiv região da Ucrânia, diretamente na fronteira.

A agência de notícias estatal russa TASS disse no sábado que um  avião de guerra russo Su-34 caiu, mas não especificou a causa,e citou os serviços de emergência dizendo que um incêndio no motor derrubou um helicóptero.

A TASS não mencionou o Su-35 ou um segundo helicóptero, embora vários blogueiros militares russos pró-guerra com muitos seguidores nas redes afirmem que as quatro aeronaves foram abatidas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

o-que-se-sabe-ate-agora-sobre-desaparecimento-de-brasileira-em-paris

G1 Mundo

O que se sabe até agora sobre desaparecimento de brasileira em Paris

Um grupo de voluntários foi criado para procurar a brasileira em hospitais e no Instituto Médico Legal (IML) nesta segunda-feira (15), mas até agora nenhuma pista sobre o paradeiro da brasileira foi encontrada. Fernanda Santos Oliveira morava em Paris havia nove meses, onde trabalhava em um conhecido restaurante português da rede Pedra Alta. Ela morava sozinha no sétimo distrito da capital francesa. De acordo com Nellma Barreto, sua associação foi […]

today15 de maio de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%