G1 Mundo

Brasil abre caminho para cooperar com China no desenvolvimento de chips e segurança cibernética

today15 de abril de 2023 10

Fundo
share close

Em visita à China, nesta sexta-feira (14), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou mais de 15 acordos de cooperação com o governo chinês, em áreas que incluem a construção de um novo satélite de monitoramento e desenvolvimento de tecnologia em várias áreas, entre elas semicondutores, 5G, internet das coisas e segurança cibernética, entre outros pontos.

A área de tecnologia, especialmente tecnologia da informação, tem sido um ponto de atrito da China com os EUA e países europeus, que questionam a segurança cibernética dos produtos feitos no país asiático e têm bloqueado produtos chineses.

Já o Brasil tem interesse em atrair investimentos chineses nessas áreas, mesmo sob a desconfiança dos norte-americanos, que já pressionaram o país para restringir a ação dos chineses no Brasil.



O assessor especial da Presidência Celso Amorim afirmou que o Brasil não irá vetar a instalação de uma fábrica chinesa de semicondutores (chips), por exemplo, e tem interesse em desenvolver essa tecnologia com os chineses.

Os memorandos de entendimento são uma fase exploratória para o que pode vir a ser, no futuro, uma cooperação de fato. Nesse momento, os dois países irão “explorar mecanismos para promover a cooperação bilateral em pesquisa científica, tecnológica e inovação industrial.”

“Para alcançar os objetivos definidos acima, as partes podem usar os seguintes meios: atividades conjuntas de pesquisa e desenvolvimento entre instituições dos setores público, privado e acadêmico do Brasil e da China”, diz o texto, que inclui ainda visitas de delegações científicas, intercâmbio de cientistas e especialistas e organizações de seminários, entre outros.

Os memorandos assinados incluem ainda um acordo de melhoria de ambiente comercial, com medidas para derrubar tarifas não comerciais. Um grupo de trabalho será criado para “explorar o potencial de crescimento do comércio” entre os dois países e “evitar barreiras desnecessárias”.

A China é hoje o primeiro maior parceiro comercial do Brasil, importando especialmente soja, carne e petróleo.

ChatGPT: como usar o robô no dia a dia

ChatGPT: como usar o robô no dia a dia




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

militar-acusado-de-vazar-documentos-secretos-dos-eua-vai-a-tribunal,-e-promotoria-pede-prisao-preventiva

G1 Mundo

Militar acusado de vazar documentos secretos dos EUA vai a tribunal, e Promotoria pede prisão preventiva

Jack Douglas Teixeira, de North Dighton, Massachusetts, foi preso pelo FBI em sua casa na quinta-feira (!4) acusado de ser o autor do vazemento de papéis confidenciais das Forças Armadas dos EUA que vêm circulando pelas redes nos últimos dias. Jack Teixeira no momento da prisão, em 13 de abril de 2023 — Foto: Reprodução/Vídeo O militar acusado pelos Estados Unidos de vazar dezenas de documentos secretos da inteligência militar […]

today15 de abril de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%