G1 Santos

Brasileira chega ao ‘top 10’ no Big Brother dos Estados Unidos e sonha com prêmio máximo

today13 de agosto de 2022 18

Fundo
share close

Em caso de eventual eliminação, Indy Santos se tornará ‘jurada’ e poderá influenciar na grande decisão.

A brasileira Indy Santos está no ‘top 10’ do Big Brother do EUA — Foto: Reprodução/Redes Sociais



A brasileira Indy Santos está no ‘top 10’ desta edição do Big Brother dos Estados Unidos. A partir de agora, uma eventual eliminação não significa o ‘adeus’ do reality show, mas uma vaga entre os ‘jurados’ que decidirão o resultado do programa. O prêmio máximo para o vencedor é de US$ 500 mil [R$ 2,5 milhões].

Conforme apurado pelo g1 junto à assessoria de imprensa da influenciadora digital de Santos, no litoral de São Paulo, caso seja eliminada, Indy será levada para uma parte do ‘Big Brother US’ chamada “Jury House” [Casa dos Jurados].

A definição do resultado do programa acontece de forma diferente do Big Brother Brasil, exibido pela Rede Globo, que finaliza com um pódio e o mais votado pelo público se tornando o grande campeão.

O ‘top 10’ do programa dos Estados Unidos foi definido após a eliminação do participante Daniel Durston, no paredão realizado na última quinta-feira (11).

Indy é jornalista, comissária e influenciadora digital. Ela nasceu em Santos, no litoral de São Paulo. Ao g1, a mãe dela contou que Indy chegou a trabalhar como jornalista no Brasil, mas, foi demitida após um corte de gastos. “Ela ficou inconformada porque o sonho dela sempre foi ser famosa, sempre gostou de dançar e sempre foi essa pessoa alegre, generosa e espirituosa. Eu resumo minha filha nessas três palavras”.

Segundo Jovanilda, a filha deixou o Brasil aos 22 anos porque não conseguia emprego e sempre que entregava currículo perguntavam se ela falava inglês fluente. “Aí ela não falava, então disse que iria embora”. A mãe conta que ela resolveu tudo sem falar nada e, quando estava tudo resolvido, comprou a passagem e avisou que ia embora.

Santista Indy Santos foi selecionada para participar do ‘Big Brother’ americano — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em Los Angeles, Indy trabalhou como faxineira, garçonete e babá, além de freelancer em uma emissora de TV. “Ela queria investir na profissão dela, fez pós-graduação em jornalismo”. Após conquistar a cidadania americana no ano passado, Indy investiu o dinheiro que tinha em um curso de aeromoça e, agora, exerce a profissão em voos internos.

Ao g1, a mãe da brasileira no BBB dos EUA confessou que acredita que a filha vá falar bastante do Brasil no programa, já que ela “nunca negou as origens dela”. A parente também contou que a filha fez faculdade e escreveu o livro ‘Comunidade’, que fala do Morro do Pacheco, no Brasil. “Então acho que ela vai levar muito essa questão da raiz dela”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-identificado-pelo-dna-em-lata-de-cerveja-e-condenado-a-16-anos-por-mega-assalto-de-r$-20-milhoes-a-agencia-da-caixa-em-sp

G1 Santos

Homem identificado pelo DNA em lata de cerveja é condenado a 16 anos por mega-assalto de R$ 20 milhões a agência da Caixa em SP

Crime aconteceu em 17 de dezembro de 2017, em Santos (SP). A quadrilha fugiu levando dinheiro, armas e joias penhoradas que estavam nos cofres. Mega-assalto aconteceu em Santos, em dezembro de 2017 — Foto: Reprodução/Hora 1 O homem de 50 anos que era réu no processo que trata do mega-assalto à agência central da Caixa Econômica Federal em Santos, no litoral de São Paulo, foi condenado a 16 anos e […]

today13 de agosto de 2022 21

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%