G1 Santos

Brasileiro que ‘segue’ Madonna pelo mundo e tem coleção de itens da cantora vive expectativa para show no Rio: ‘histórico’; VÍDEO

today4 de maio de 2024 6

Fundo
share close

Fã de carteirinha da rainha do pop, o jornalista Gustavo de Sá, de 31 anos, leva uma vida dedicada ao amor pela Madonna. Natural de Santos, no litoral de São Paulo, ele já visitou diversos países do mundo para assistir shows da artista, tem uma tatuagem com as iniciais dela e coleciona aproximadamente 400 itens da cantora. O amor é de infância, pois dias antes de completar um ano, Gustavo já dançava ao som das músicas da cantora norte-americana (assista acima).

Ao g1, o jornalista contou que apesar de já ter acompanhado shows por todo o mundo, a expectativa para apresentação deste sábado (4) no Brasil é grande. Ele vê o espetáculo como especial por ser gratuito e contar com a participação de outros artistas brasileiros.

“É um show democrático. É uma energia diferente. Já acompanhei shows fora do Brasil, mas a energia do público latino é diferente. Vai ser um dia histórico”, destacou o jornalista.



Gustavo de Sá já foi em mais de 20 shows de Madonna por todo o mundo — Foto: Arquivo Pessoal

Seguidor no sentido literal da palavra desde 2008, Gustavo já acompanhou mais de 20 apresentações da artista em cinco turnês mundiais. “Ser fã da Madonna é um privilégio e com muito suor, trabalho e esforço, tive a oportunidade de ver alguns shows”, afirmou, dizendo que visitou os Estados Unidos e diversos países da Europa e de outros continentes.

Acampando em frente a hotéis e ficando “colado na grade” do palco, o fã chegou a ser notado pela rainha do pop em algumas ocasiões. De acordo com ele, a cantora já mandou beijos e pegou a bandeira do Brasil que ele carregava (veja no vídeo acima).

A última interação entre eles aconteceu em um show de Miami, nos Estados Unidos, e gerou repercussão na web. Na ocasião, Gustavo diz ter gritado “gostosa” e a cantora respondeu pedindo para pararem de falar português. Para ele, Madonna agiu brincando, pois já havia respondido ao “elogio” em outro show, mas em Lisboa.

“Estava bem pertinho e gritei a palavra ‘gostosa’. Ela disse: ‘gostosa eu entendo, só poderia ser de um brasileiro’. A gente riu, se divertiu e repercutiu nas redes sociais”, relembrou Gustavo.

De acordo com ele, o amor pela cantora lhe motiva a lutar pelo que acredita. “É um sonho e privilégio acompanhar a carreira dela. Me espelho muito nela”, afirmou.

Para Gustavo, a comoção do país pela presença da gringa é linda de ver, pois é importante que os fãs brasileiros demonstrem o carinho por cantores ainda em vida. “Ela vem de uma geração de artistas que não estão mais aqui […]. A ansiedade está a mil”, disse.

Gustavo de Sá viaja o mundo conforme os show de Madonna — Foto: Arquivo Pessoal

Gustavo guarda com carinho aproximadamente 400 itens, entre CDs, DVDs, revistas, jornais, livros, camisetas, palhetas de guitarra dos shows, entre outros itens raros, como a jaqueta da Blond Ambition Tour, de 1990. “Ela reeditou a jaqueta na Celebration Tour, em um lote limitadíssimo”, afirmou o jornalista.

Ele ainda possui uma tatuagem no braço esquerdo, por ser o lado do coração, com as iniciais do nome da artista MLVC. “Madonna Louise Veronica Ciccone. A mesma sigla aparece na capa do single Like a Prayer, de 1989, considerado o maior sucesso da carreira dela”, disse.

Ao g1, o santista contou que herdou o amor por Madonna do pai dele, Laércio Rocha. De acordo com Gustavo, em sua infância, o pai ouvia as músicas da gringa com som alto dentro de casa, assim como ouvia outros artistas como Michael Jackson, Queen e Rollings Stones.

“Infelizmente, perdi meu pai de forma repentina em 2022. Ele assistiu junto comigo aos shows [da Madonna] de duas turnês no Brasil (2008 e 2012). O amor por ele e por ela seguem vivos em mim”, finalizou.

Gustavo de Sá possui tatuagem com iniciais de Madonna — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policial-dispara-acidentalmente-dentro-de-predio-de-universidade-de-nova-york-ao-retirar-manifestantes-pro-palestina

G1 Mundo

Policial dispara acidentalmente dentro de prédio de universidade de Nova York ao retirar manifestantes pró-Palestina

A informação foi divulgada nesta sexta-feira (3) pela Polícia de Nova York. O sargento havia quebrado o vidro de um gabinete dentro do prédio e, então, trocou a arma de mão. Quando ele fez isso, a pistola disparou. A informação é de Carlos Valdez, chefe assistente da Unidade dos Serviços de Emergência. Entenda o que aconteceu na Universidade de Columbia Na terça-feira, um grande número de policiais da cidade de […]

today3 de maio de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%