G1 Mundo

Brasileiros resgatados da Faixa de Gaza vão para três estados e DF; governo deve manter assistência

today13 de novembro de 2023 6

Fundo
share close

Segundo apuração do g1 e a TV Globo, os passageiros devem pousar em Brasília na noite desta segunda (13) e passar dois dias em instalações da Força Aérea Brasileira.

Além da reabilitação física e mental, devem aproveitar esse período para resolver trâmites da documentação de retorno. Veja abaixo uma foto do alojamento:

Alojamento da Força Aérea Brasileira (FAB) em Brasília — Foto: FAB/Divulgação



No grupo que foi resgatado de Gaza, além de 22 cidadãos brasileiros (natos ou naturalizados), há 10 palestinos – três parentes de primeiro grau de brasileiros, e sete portadores do Registro Nacional de Migração (RNM) que devem receber status de refugiados.

Avião com brasileiros resgatados de Gaza chega a Brasília na noite desta segunda (13)

Avião com brasileiros resgatados de Gaza chega a Brasília na noite desta segunda (13)

Passado esse acolhimento inicial dos 32 passageiros, segundo apurou o g1:

  • 20 resgatados devem permanecer em Brasília;
  • 9 devem seguir para um abrigo no interior de São Paulo, definido pelos Ministério da Justiça e do Desenvolvimento Social;
  • 2 irão para Florianópolis (SC), e
  • 1 deve seguir para Porto Alegre (RS).

O grupo destinado ao interior de SP, segundo interlocutores do governo que participam da repatriação, é formado por pessoas que “perderam vínculos familiares” com parentes no Brasil e não conseguem se reinstalar de forma independente no curto prazo.

Ao longo dos últimos dias, o governo federal informou que não pretende criar um auxílio financeiro específico para esses brasileiros e palestinos. Aqueles que se enquadrarem nos critérios, no entanto, poderão solicitar o Cadastro Único (CadÚnico) e benefícios como o Bolsa Família.

A hospedagem nos abrigos e o apoio no desembaraço dos documentos de migração e refúgio, no entanto, serão mantidos pelo governo “por tempo indeterminado”.

“Alguns brasileiros já têm destino certo porque já têm familiares aqui, então, serão deslocados para esses locais onde ficarão. Uma parcela significativa, quase a metade do grupo, não tem onde ficar. Mas o governo federal já disponibilizou através do Ministério de Desenvolvimento Social, nós já temos o local onde essas pessoas ficarão acolhidas. Isso vai ser no interior de São Paulo”, afirmou o secretário Nacional de Justiça, Augusto de Arruda Botelho, na última sexta (10).

A saída de Gaza começou na manhã deste domingo (12) quando o grupo se deslocou para o controle migratório palestino da região. Depois, de acordo com informações do Itamaraty, os brasileiros saíram do local e seguiram para a estação do Egito (2 km de percurso de ônibus).

Lá, foram recepcionados pela equipe da embaixada do Brasil no Cairo e submetidos aos trâmites migratórios de entrada naquele país.

A aeronave da Força Aérea deixou o Cairo nesta segunda (6h52, pelo horário de Brasília) para trazer os repatriados ao Brasil. O voo prevê duas paradas técnicas: em Las Palmas, nas Ilhas Canárias, e na Base Aérea do Recife.

A previsão é de que o pouso em Brasília, etapa final da viagem, aconteça por volta das 23h30 desta segunda.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mais-da-metade-dos-hospitais-em-gaza-nao-esta-funcionando,-diz-onu;-israel-afirma-ter-mandado-combustivel

G1 Mundo

Mais da metade dos hospitais em Gaza não está funcionando, diz ONU; Israel afirma ter mandado combustível

"Aqueles que ainda funcionam estão sob enorme pressão e só podem fornecer serviços de emergência, cirurgias que salvam vidas e serviços de cuidados intensivos muito limitados", afirma as agências (UNFPA, UNICEF e OMS) em comunicado. Um deles, segundo a ONU, é o hospital Al-Shifa, o maior da Faixa de Gaza, e que se tornou o epicentro do conflito por terra entre Israel e o Hamas. Tropas israelenses cercam o hospital, […]

today13 de novembro de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%