G1 Santos

Bugio-ruivo: primata na lista dos mais ameaçados de extinção vive solto no litoral de SP e vira atração; VÍDEO

today18 de janeiro de 2024 5

Fundo
share close

Um bugio-ruivo (Alouatta guariba) tem chamado atenção em Peruíbe, no litoral de São Paulo. O animal não tem medo de interagir com humanos, e se aproxima de moradores e turistas que, inclusive, o apelidaram de César. Essa proximidade, no entanto, causa preocupação em relação a uma eventual reação agressiva do animal e pelo risco de transmissão de doenças. (veja mais abaixo).

César fica em uma área de mata no bairro Guaraú, perto da cachoeira da Estação Ecológica Jureia. A espécie dele, segundo uma pesquisa do Grupo de Especialistas em Primatas junto à Sociedade Primatológica Internacional, está entre os 25 primatas mais ameaçados de extinção do mundo.

As imagens, obtidas pelo g1 nesta quinta-feira (18), mostram o animal interagindo com as pessoas. Mesmo o bugio-ruivo sendo conhecido como um dos animais mais barulhentas da natureza, no vídeo é possível ver como se mostra dócil e sem se importar com a aproximação de curiosos. (veja acima)



Uma mulher, inclusive, passa a mão em César. Mas logo uma pessoa questiona: “Ele já atacou?”. E outra responde: “Deu uma patada no homem ali”.

Bugio-ruivo, uma das espécies mais ameaçadas de extinção do mundo, diverte turistas em Peruíbe (SP), mas preocupa especialista — Foto: Reprodução/Redes Sociais e Edson Montilha

O comportamento do animal chamou atenção do biólogo, primatólogo e gerente de Biodiversidade da Fundação Florestal, Edson Montilha. À equipe de reportagem, o especialista disse acreditar que o primata foi domesticado e, depois, abandonado em área de mata.

“Ele é dócil e não tem medo das pessoas. Um animal desse, na natureza, tranquilamente mantém de 20 a 30 metros de distância das pessoas [por medo]”, afirmou Edson.

Por mais que o animal não se importe, Edson destacou que a orientação é manter distância. De acordo com ele, além de ser uma das espécies mais ameaçadas de extinção do mundo, o bugio-ruivo é vulnerável à transmissão de doenças, principalmente a Covid-19 e a febre amarela.

“Ele também pode passar para as pessoas, mas a minha maior preocupação é a gente passar para ele. São muitos turistas que vêm de diversos locais do estado de São Paulo e, nessa proximidade, pode chegar alguém doente”, explicou Edson.

Apesar de ser dócil, o especialista ressaltou que ele não é um animal doméstico. “É um bicho da natureza e pode morder alguém”.

Bugio-ruivo de Peruíbe (SP) tem comportamento de animal doméstico — Foto: Maria Clara Ariki Machado

Como César está fora de uma unidade de conservação estadual, Edson explicou que não há nada que a Fundação Florestal possa fazer para protegê-lo. Para o especialista, o ideal seria realocá-lo com um bando da mesma espécie.

Os primatas das espécies bugio são conhecidos por emitirem um forte grito, que especialistas chamam de “ronco”. Há quem diga que a voz do animal é um canto para chamar a chuva. Ele, inclusive, era conhecido como ‘macaco meteorologista’.

“Bugio cantou na serra, chuva na terra”, diz o ditado popular.

Em termos científicos, no entanto, Edson explicou que o animal usa o grito para marcar território. No vídeo, é possível escutar o ronco de César (assista acima).

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

estudante-nota-1000-na-redacao-do-enem-controla-ansiedade-na-academia-e-tem-um-dos-7-melhores-textos-de-sp

G1 Santos

Estudante nota 1000 na redação do Enem controla ansiedade na academia e tem um dos 7 melhores textos de SP

Guilherme Silva Ribeiro, de 17 anos, foi um dos sete candidatos no Enem 2023 a tirar nota mil no estado de São Paulo. Ao g1, o morador de Mongaguá (SP) contou, nesta quinta-feira (18), ter encontrado na academia uma forma de diminuir a ansiedade pelas provas. "Sou muito exigente comigo mesmo até porque cobrava uma nota maior do que os 9,0 que recebia na escola", disse. O adolescente, que trabalha […]

today18 de janeiro de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%