G1 Santos

Casal em situação de rua ganha um 1 milhão de seguidores mostrando a vida; VÍDEOS

today13 de janeiro de 2024 13

Fundo
share close

Um casal em situação de rua viralizou na internet ao mostrar a rotina vivendo em barracas em Santos, no litoral de São Paulo. Ao g1, Gabrielly Miguel, mulher trans, de 25 anos, e Douglas Martins, de 33, contaram neste sábado (13) que estão surpresos com a marca de um milhão de seguidores no Instagram em menos de uma semana de postagens. “Bastante assustados”.

Gabrielly nasceu em São José dos Campos (SP) e, Douglas, em São Lourenço (SP). O casal, que está junto há seis anos, contou que mora nas ruas há aproximadamente sete.

Vivendo em Santos (SP) há dois anos, eles começaram a ‘mudança de vida’ a partir da ajuda de um amigo, que cedeu uma bicicleta para que Douglas trabalhasse como entregador e também emprestou o celular a eles.



As primeiras postagens foram feitas, segundo eles, por meio deste aparelho emprestado. O sucesso foi imediato, tendo o perfil ‘casalmaloka013‘ sido criado no Instagram neste mês. As publicações, por sua vez, começaram há cinco dias.

O primeiro conteúdo ‘viral’ é de um vídeo em que Douglas chega em ‘casa’, uma barraca montada na calçada, após um dia de trabalho (assista no topo da matéria).

“Estamos assustados e felizes. Não esperávamos tanta repercussão, e tem muita coisa acontecendo rapidamente”, contou Gabrielly. “Os nossos seguidores estão ajudando para ficarmos em hotéis e também para nos alimentarmos”.

Casal em situação de rua ganha um milhão de seguidores mostrando a rotina — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma ideia e um celular emprestado

Segundo Gabrielly, a ideia de publicar detalhes sobre a vida nas ruas surgiu após a indicação de um casal de amigos, que também cresceu nas redes sociais mostrando a própria realidade. “Foi a Kimberly e o Alexandre, do perfil ‘megaloka2.0’, que nos incentivaram de verdade, pois eu não queria gravar”.

A partir dessa ideia, eles contaram com a ajuda de um amigo em Santos (SP) para ‘mudar de vida’. “Ele é entregador e pegou amizade conosco porque esperava [o aviso dos] pedidos perto da gente. Comprou um celular novo, e o antigo nos emprestou”, afirmou Gabrielly.

O casal acrescentou que, após o perfil ‘viralizar’ com milhares de seguidores, ganhou de presente um novo aparelho de uma internauta. “Hoje, gravo os conteúdos no meu aparelho. A recarga é feita com o dinheiro das entregas“, complementou ela.

Casal em situação de rua viraliza na internet ao mostrar ‘rotina’ — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Gabrielly explicou também a origem do nome ‘casalmaloka013’, que faz referência à vida nas ruas e também à Discagem Direta à Distância (DDD) do litoral de São Paulo.

“Moradores de rua ficam em barracas e esses lugares ninguém chama de ‘casa’. Nós falamos: ‘Encosta na maloka’. Para a sociedade, os moradores de rua são ‘maloqueiros’. O casal é da maloka”, comentou a mulher.

Por fim, o casal disse que lida com o preconceito nas redes sociais com ‘naturalidade’ . “Sobrevivemos nas ruas por muito tempo. Quantas pessoas não atravessam a calçada quando nos viam, e faziam cara de nojo? É tanta coisa que você tem que aguentar no dia a dia que nem se importa mais”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homicidios-na-europa,-identidade-falsa-e-vida-dupla-como-marceneiro:-o-que-se-sabe-sobre-o-caso-do-‘falso-esloveno’-assassinado-em-santos

G1 Santos

Homicídios na Europa, identidade falsa e vida dupla como marceneiro: o que se sabe sobre o caso do ‘falso esloveno’ assassinado em Santos

O sérvio, que fingia ser um esloveno chamado Dejan Kovac, foi executado na Rua São José, no bairro Embaré. Ele chegou a ser resgatado consciente pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas sofreu uma parada cardiorrespiratória a caminho da Santa Casa de Santos e morreu. Entenda o que se sabe sobre o caso a partir dos seguintes pontos: Qual a dinâmica do crime?Quem é o 'falso esloveno'?Como a […]

today13 de janeiro de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%