G1 Santos

Centenas de peixes aparecem mortos em praias do litoral de SP; VÍDEO

today8 de maio de 2024 1

Fundo
share close

Ao g1, uma moradora de 32 anos, que preferiu não se identificada, contou que costuma correr na praia do Gonzaga toda semana, mas se surpreendeu com a cena que encontrou nesta quarta-feira. “Foi triste de ver”, afirmou.

De acordo com ela, é comum notar um ou dois peixes mortos na areia, mas a mulher diz nunca viu essa quantidade de animais sem vida.

“Eram centenas de peixes, talvez passasse de mil porque tinham muitos na água também”, lamentou.



Centenas de peixes aparecem mortos em praias do litoral de SP

Centenas de peixes aparecem mortos em praias do litoral de SP

Com base nas imagens, o biólogo marinho Eric Comin acredita que grande parte dos peixes mortos são da espécie sardinha. Ao g1, ele revelou que a aparição dos animais mortos pode ser uma consequência da pesca de arrasto (quando uma grande rede é arrastada por um barco). “Seria um descarte de captura, de repente não era o que eles [pescadores] queriam”, afirmou.

De acordo com o profissional, os peixes capturados e mortos durante a pesca de arrasto boiam e podem parar na praia durante a maré alta. “A maré a sobe, a onda joga [os peixes para areia], e depois agora que a maré abaixa, isso fica depositado na praia”, justificou.

Comin crê que a pesca de arrasto é a principal hipótese para o surgimento dos peixes. Ele não acredita que o fato tenha relação com as enchentes no Rio Grande do Sul devido à distância entre as localidades.

“Isso [aparição dos animais] também aconteceria em toda a costa de Santa Catarina e Paraná, por exemplo. A gente tem Ilha Comprida no caminho também, então eu acho que isso não interfere, não teria influência nenhuma”.

Segundo o biólogo, apesar da poluição marinha ser um grande problema, é improvável que a aparição dos peixes mortos seja reflexo dela. “Acho importante a gente salientar a questão própria de poluição marinha e acidificação dos oceanos. Isso tudo acaba tendo uma consequência em grande escala, mas eu não vejo isso como uma ocorrência para esse fato”.

O biólogo Ricardo Samelo também acredita na hipótese ser uma consequência da pesca de arrasto.

“Os peixes menores podem ter passado pela malha da rede. Normalmente, a pesca de arrasto é feita de madrugada, pois dribla a fiscalização, e os peixes acabam sendo encontrados na praia pela população ao amanhecer”, explicou.

Peixes foram retirados da faixa de areia por um trator da Prefeitura de Santos — Foto: g1 Santos

Nas imagens, obtidas pelo g1, é possível ver um trator retirando os animais da faixa de areia. Conforme apurado pela reportagem, a limpeza foi uma iniciativa da Prefeitura de Santos por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos.

Além disso, a administração municipal acionou órgãos ambientais. “Uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) esteve no local e acionou o Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis] e a Polícia Ambiental, órgãos competentes pela fiscalização e investigação deste tipo de ocorrência”, informou, em nota.

Procurada pelo g1, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) informou que não foi acionada, mas ao tomar conhecimento do caso, a Agência Ambiental de Santos acionou a Semam para providências.

A Polícia Militar Ambiental Marítima afirmou que não foi acionada, mas realiza patrulhamentos ostensivos e preventivos nas águas da região para verificar as embarcações pesqueiras. O Ibama não se manifestou até a publicação desta reportagem.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

calorao-no-outono:-santos-registra-aumento-de-quase-4°c-na-temperatura-media-no-inicio-de-maio;-entenda-o-motivo

G1 Santos

Calorão no outono: Santos registra aumento de quase 4°C na temperatura média no início de maio; entenda o motivo

A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, apresenta temperaturas acima do comum neste início de maio. Segundo o g1 apurou com a Defesa Civil municipal, nesta quarta-feira (8), a média dos termômetros foi de 33,4°C, ante 29,7°C no mesmo período do ano passado. São 3,7°C de diferença. A previsão é que os termômetros batam o recorde nesta quinta-feira (9) com máxima de 38°C. O levantamento foi realizado pelo […]

today8 de maio de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%