G1 Mundo

Cessar-fogo, trégua e pausa humanitária: entenda as diferenças dos conceitos

today27 de outubro de 2023 4

Fundo
share close

A resolução foi apresentada por um grupo de representantes de países árabes liderados pela Jordânia. A votação final foi a seguinte:

  • 120 votos a favor.
  • 14 votos contra.
  • 45 abstenções.

O governo de Israel demonstrou que não gostou da resolução. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do país , Lior Haiat, afirmou que “neste momento, Israel se opõe a uma pausa humanitária ou um cessar-fogo”.



Apesar da aprovação com uma grande maioria de votos, a resolução não tem efeitos práticos porque é não vinculante –ou seja, os países não são obrigados a seguir. Seria diferente de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU. Na prática, é uma forma de demonstrar que que a maior parte dos países que fazem parte da ONU quer suspender o conflito.

O que é cessar-fogo e trégua?

De acordo com um manual da ONU de 2022, não há uma definição aceita universalmente do que seria um cessar-fogo e o conceito varia de acordo com cada contexto.

O manual afirma que em um cessar-fogo há uma expectativa de que constem as seguintes características:

  • Seja um acordo formalizado por escrito entre as partes.
  • Haja definição do propósito do cessar-fogo .
  • Constem datas e prazos –inclusive o de revisão do acordo de cessar-fogo.
  • Determine-se quais são as atividades militares permitidas e proibidas.
  • Determine-se as formas de monitoramento e verificação do fim de ataques.
  • Há tentativa para estabelcer alguns procedimentos para resolver a disputa e tentar diminuir a tensão entre as partes.

Trégua ou armistício são situações em que os lados do conflito concordam em suspender as operações de forma mais informal.

Uma pausa humanitária é uma interrupção nos ataques para executar ações humanitárias, e pode durar apenas horas, de acordo com a rede Al Jazeera.

O texto afirma que há diferentes tipos de cessar-fogo. Entre eles, está o temporário, que tem um tempo limitado, no qual as partes aceitam alguns compromissos –geralmente ligados a alguma questão territorial.

A ideia é que um acordo como esse faz com que as partes comecem a confiar um pouco uma na outra, de acordo com o texto, e então abrir o caminho para a negociação de um cessar-fogo mais permanente.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

embaixada-na-palestina-atualiza-numeros-e-diz-que-auxilia-34-pessoas-que-querem-deixar-gaza-rumo-ao-brasil

G1 Mundo

Embaixada na Palestina atualiza números e diz que auxilia 34 pessoas que querem deixar Gaza rumo ao Brasil

O número subiu de 32 pessoas para 34, das quais: 24 brasileiros7 palestinos em processo de imigração 3 palestinos familiares próximos dos brasileiros que darão início à imigração 18 dessas pessoas estão em Rafah, cidade do Sul de Gaza mais próxima da fronteira com o Egito. Em Rafah são: 9 crianças, 5 mulheres e 4 homens Os outros 16 estão em Khan Younes, cidade também no Sul, mas um pouco […]

today27 de outubro de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%